Empresa aérea quebra e deixa passageiros sem volta

A companhia aérea britânica Monarch decretou falência nesta segunda, 2, anulando cerca de 300.000 reservas e deixando 110 mil passageiros no exterior .

 

Esta é uma situação inédita e autoridades do Reino Unido irão enviar 30 aeronovaes para 30 aeroportos para tentar buscar os passageiros em trânsito.

 

O ministro dos transportes britânico, Chris Grayling, alegou que a companhia “foi vítima de uma guerra de preços no Mediterrâneo”.

 

A Monarch tinha concorrentes de peso em questão de baixo custo como a Ryanair e Easy Jet.

 

Os empregados foram notificados por e-mail.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 Comentários deste post

  1. kkkkk foi culpa do Alckimin?

    Vìtor Pereira Gabriel / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*