ANPTrilhos realiza 4ª visita técnica de autoridades municipais ao VLT Carioca

A Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos) realizou a 4ª visita técnica de autoridades municipais ao VLT Carioca, na cidade do Rio de Janeiro (RJ). A visita técnica contou com a participação da Secretária de Planejamento da Prefeitura de Bauru (SP), Letícia Kirchner; do Secretário de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Osasco (SP), Carlos Piteri; e do Diretor Interino de Transporte da Prefeitura de Osasco, Alexandre Jurcovichi.

As autoridades municipais conheceram a operação do VLT, o simulador de condução de VLT e o Centro Integrado de Operação e Manutenção. O grupo foi recebido pelo Diretor Executivo da ANPTrilhos, João Gouveia; pelo Gerente de Engenharia do VLT Carioca, José Carlos Alves; e pela Superintendente da ANPTrilhos, Roberta Marchesi; que apresentaram aos administradores municipais os principais desafios e benefícios para a implantação de sistemas de transporte de passageiros sobre trilhos.

“Se trata de uma experiência única e de uma grande solução para a mobilidade urbana”, destacou o Secretário de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Osasco, Carlos Piteri, no final da visita.

A Secretária de Planejamento da Prefeitura de Bauru, Letícia Kirchner, disse ser importante “entender um pouco dessa opção de transporte e da transformação urbana que foi feita a partir dessa proposta de mobilidade”.

Desde o mês de junho, a ANPTrilhos está promovendo visitas técnicas de autoridades municipais ao Veículo Leve sobre Trilhos do Rio de Janeiro. A iniciativa faz parte da ação da Associação para que as prefeituras conheçam os benefícios desse modo de transporte.

“O VLT moderno se destaca por sua integração urbana, sustentabilidade e capacidade de induzir a revitalização urbana. A implantação do VLT Carioca proporcionou todos esses benefícios para a região central e portuária do Rio de Janeiro, contribuindo, ainda, para a renovação e o desenvolvimento imobiliário”, explica a Superintendente da ANPTrilhos, Roberta Marchesi.

Fonte: Assessoria ANPTrilhos


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 Comentários deste post

  1. É uma pena que não tenha o VLT aqui em SP, muitos bairros da Periferia iam ser beneficiados com esse modal, ligando a principais linhas de metrô e trem.
    E fora que diminuiria vans e ônibus.

    Ederson Casemiro da Silva / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*