Doria assina decreto para compartilhamento de bikes

O prefeito de São Paulo, João Doria, assinou nesta quinta, 21, decreto que regulamenta o compartilhamento de bicicletas na cidade e que pretende aumentar das atuais 200 para 10.000 bikes em um ano.

Hoje, o Banco Itaú e Bradesco tem pontos de compartilhamento pela cidade e com o novo decreto mais empresas poderão se cadastrar. O bilhete único servirácomo forma de pagamento.

O programa determina que terão prioridade na instalação das bicicletas em regiões mais disputadas, como no centro de São Paulo, as empresas que tiverem mais bicicletas nas áreas periféricas. O secretário dos transportes e mobilidade urbana, Sergio Avelleda, diz que a gestão municipal quer que os usuários tenham a possibilidade de pegar uma bicicleta e devolver apenas no dia seguinte, podendo, assim, utilizá-la como meio de transporte entre a estação de metrô ou o terminal de ônibus e suas casas.

“Esse serviço tem uma característica que chamamos de ‘a última milha’, a conexão entre estações de metrô e um prédio comercial, uma universidade, uma residência. Tem que se integrar com o sistema de transporte público. Os grandes pontos de chegada e de partida terão prioridade na instalação das estruturas”, diz Avelleda. Com relação a roubos, Avelleda diz que não vê problema pois não é um número elevado.

Os preços para o aluguel serão estabelecidos por uma comissão municipal na próxima semana, e a estimativa é que em duas semanas as estações de bicicletas comecem a ser distribuídas pela cidade. A administração pública não terá custos com o projeto, que será bancado por empresas privadas interessadas em exporem suas marcas.

Não será necessário que a pessoa seja cliente do banco ou empresa em questão.

A prefeitura receberá das empresas informações sobre os trajetos feitos pelos usuários e os utilizará, segundo Avelleda, para a melhoria das políticas cicloviárias.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 Comentários deste post

  1. O sistema de uma empresa irá se comunicar com o de outra?

    Leonardo / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*