Aeroporto de Curitiba ganha mais segurança, conforto e 2,4 mil vagas

A Infraero inaugura na próxima quinta-feira (28/9) o novo edifício-garagem do Aeroporto Internacional de Curitiba/Afonso Pena (PR). A solenidade, que contará com a presença do presidente da empresa, Antônio Claret de Oliveira, acontecerá às 11h, no Centro de Convenções do aeroporto.

 

Fruto do maior contrato comercial da história da Infraero, o edifício-garagem conta com três pavimentos, área de 80,3 mil metros quadrados, com 2.422 mil vagas para carros – sendo 128 exclusivas para idosos e 48 para pessoas com necessidades especiais – e 376 para motos. Somando ao estacionamento de veículos já existente, o terminal paranaense conta agora com mais de quatro mil vagas.

 

O novo espaço também é equipado com sistema informatizado de sinalização de vagas, além do pagamento com caixa automático e sistema Sem Parar. Possui seis elevadores e três passarelas interligadas aos pisos de embarque e desembarque do terminal de passageiros.

 

Com investimento de R$ 52,96 milhões, o edifício-garagem começou a ser erguido em outubro de 2016 pela empresa Pare Bem Administradora de Estacionamentos Ltda., vencedora da licitação. Com prazo contratual de 25 anos, a empresa também será responsável pela administração do espaço.

 

O diretor de Engenharia  da Infraero, Rogério Amado Barzellay, ressalta que a estrutura está entre as mais modernas do país. “A inauguração do edifício-garagem vai ampliar de modo significativo o número de vagas disponibilizadas, e, além de garantir mais conforto e facilidades aos nossos usuários, proporcionará melhorias no fluxo de trânsito no acesso viário ao aeroporto e entorno. Com isso, o Afonso Pena se consolida como um dos melhores aeroportos do Brasil”, pontuou.

 

Atualmente, cerca de 170 voos operam diariamente no terminal, transportando aproximadamente 18,5 mil passageiros, número que o coloca como o 6º aeroporto mais movimentado do Brasil no ranking da Rede Infraero. Com capacidade para receber 14,8 milhões de passageiros por ano, o Afonso Pena, registrou mais de 6 milhões de passageiros em 2016.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*