VLT de Cuiabá pode ir a plebiscito

Depois das afirmações do ex-governador do MT, Silval Barbosa, que houve propina para que fosse feito o VLT de Cuiabá, o atual governador, Pedro Taques, decidiu interromper a negociação para retomada das obras, que consumiriam quase R$ 1 bilhão a mais.

 

“Nós não podemos tomar uma decisão isolada em um projeto em que já foi gasto R$ 1 bilhão. Essa decisão deve ser compartilhada com a população, em uma consulta popular”, disse o chefe da Casa Civil José Adolpho.

 

Caso o plebiscito aconteça, a população deverá decidir se o governo finaliza o VLT ou se vende os 40 vagões do modal e implementa o BRT, alternativa que custaria em média R$ 600 milhões.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

9 Comentários deste post

  1. hahahaha, depois tem gente que fala que em SP as obras não andam !!!

    Jurandir / Responder
    • É, no MT não tá muito diferente de SP…pudera, governador do PSDB, né?

      Gapre / (em resposta a Jurandir) Responder
      • Quem criou este abacaxi e deixou apodrecer foi Silval Barbosa do PMDB, mesmo partido do vice da Dilma do PT que juntos estão afundando essa porcaria de país!!!!!

        renato / (em resposta a Gapre) Responder
        • Aaaaaah, sabia que alguém, na tentativa de safar o PSDB, ia lembrar do PMDB, mesmo partido de Temer, que agora anda acoloiadinho com Aecio, Dória et caterva… PMDB é quase tão lixo quanto PSDB… no Rio, o PMDB entregou até bastante coisa por causa das Olímpiadas, mas faliu o Estado… já o PSDB de SP rouba, rouba, rouba e nada sofre e nada entrega. O PT é muito burro, deveriam fechar logo o partido e se filiar ao PSDB pra ficarem limpinhos

          Gapre / (em resposta a renato) Responder
          • Isso é, legado da Copa 7×1 /PT/Dilma/Lula.

            Felix / (em resposta a Gapre)
          • Não, Felix, o seu partido, o PSDB, que fez questão de não deixar legado algum em SP pois sabia que não levaria os créditos, por isso tudo em SP tá atrasado e sem prazo definido pra concluir. Ou o teu governador já entregou o prometido monotrilho e o trem pra Congonhas pra Copa? Agora talvez só tenha pra Copa do Qatar, porque nem pra da Rússia ele vai concluir nada, rs

            Gapre / (em resposta a Gapre)
          • trem de Cumbica*

            Gapre / (em resposta a Gapre)
  2. No final vai ganhar quem fizer o maior ou o melhor marketing, provavelmente vai ser o lobby do pneu.

    Yago / Responder
  3. O atual gov. que fazia oposição ao anterior e lobby para os pneus,ainda não desistiu da sua “ideia” fixa” de construir um BRT com sua política de economia “porca”.Ora o tal do BRT é mais barato e custará somente 600 mil? e se somados a este valor o que já foi gasto além do desmanche de toda estrutura já construída que ira para o lixo,além de sabermos que o BRT tem vida limitada e um dia saturado terá que ser substituído por um modal de maior capacidade de atendimento de demanda,considerando-se que tudo será outra vez,novamente,de novo, desmanchado para ser refeito mais uma vez .Políticos que apenas pensam nos seus interesses próprios e defendem as suas vaidades pessoais,enquanto os interesses maiores da população são escanteados e colocados em centésimo plano,e quanto ao conceito de um planejamento para médio e longo prazo….eles não conhecem nem sabem o que isso significa,são “especialistas” em imediatismos,paliativos e projetos bem próximos ao dedão do pé,pois não tem a capacidade de olharem para frente…..para o futuro,e para o interesse maior…..que a população de Cuiabá e Várzea Grande não caiam nesse engodo e briguem pelo que lhe é de direito.

    Salvador Sobre Trilhos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*