São Paulo ganhará nova ciclofaixa de lazer

O prefeito de São Paulo, João Doria, disse no programa do apresentador Amaury Junior, que irá ao ar nesta quinta, 31, que a cidade ganhará uma nova ciclofaixa de lazer que funcionará juntamente com as outras, aos domingos e feriados.

 

A nova via para as bikes será na Avenida Brasil, ligando o Parque do Ibirapuera a Rua Henrique Schaumann. A inauguração está prevista para o feriado do dia 7 de setembro.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

15 Comentários deste post

  1. Bom, quanto mais melhor.
    E as ciclovias permanentes? E o viaduto Bresser? E as conexões da rede cicloviária?
    Ótimo que termos mais uma faixa de lazer, só espero que não fiquei nisso, o primeiro ano de governo já está acabando e até agora teve mais realizações negativas do que positivas na mobilidade, vamos torcer e cobrar para que melhore.

    Fabio / Responder
  2. Pois é. O índice de novas conexões e ciclovias em São Paulo é negativo nessa nova gestão. O ideal seria estabelecer uma conexão permanente, uma ciclovia saindo do Monumento às Bandeiras, passando pelos canteiros centrais da Avenida Brasil e Henrique Schaumann, chegando na Avenida Sumaré.

    Acho boa a iniciativa das ciclofaixas de lazer, mas elas reforçam a ideia de “bicicleta só para lazer” ao invés de “bicicleta também para o transporte”.

    Alex / Responder
    • Concordo plenamente

      Alexandre i / (em resposta a Alex) Responder
    • Exatamente. Isso não ajuda em nada a mudar a cultura e a mediocridade de muitos motoristas que acham que a bike é só no parque….

      Tanto é que essa mediocridade de ciclofaixa de lazer não existe em nenhuma outra cidade desenvolvida no mundo…..todas as outras implantaram estrutura permanente.

      Renato / (em resposta a Alex) Responder
    • Falta também lings de ônibus na avenida Brasil. A única linha que pega ela inteira durante o dia é a 647C, que nem funciona aos domingos. À noite passa a N802, de dia deveria ter uma linha com esse mesmo itinerário

      Gapre / (em resposta a Alex) Responder
      • linhas*

        Gapre / (em resposta a Gapre) Responder
      • Acho que vi alguma coisa na proposta original da licitação do sistema de ônibus. Tinha algumas linhas novas que passariam pela Avenida Brasil e Sumaré. Seria mesmo legal uma conexão Barra Funda – Sumaré – Avenida Brasil – Parque do Ibirapuera.

        Alex / (em resposta a Gapre) Responder
        • Eu também vi algo do tipo Mandaqui – Conceição naquela licitação e mais uma porção de outras linhas. Não acho que precise de muitas linhas, uma só tipo essa que vc falou já ficaria de bom tamanho, desde que ela funcione todos os dias e intervalos confiáveis (entre 10 e 15 minutos no máximo)

          Gapre / (em resposta a Alex) Responder
    • Ciclovia no lugar Nobre é Laser e Esporte;
      Na Paulista, Partes do Centro-SP e na Praça da Sé serve para escapes
      por roubos e furtos de celulares de usuários despercebidos…

      Santos / (em resposta a Alex) Responder
  3. Bike apenas para lazer….

    Essa é a visão medíocre e limitada desse lixo ai..

    Seria mais digno não fazer nada do que tratar a bike apenas como brinquedo de fim de semana. Faça o favor, a esmagadora maioria usa a bike como meio de transporte!

    Bom, o que vai esperar do partido dos carrocratas né?

    Renato / Responder
  4. Não acho que seja ruim a Ciclofaixa de Lazer na Av. Brasil. Aos domingos, o número de ciclistas lá aumenta consideravelmente. Entretanto acho que o ideal seria construir uma ciclovia permanente, mas lembro que o projeto da CET não previa ciclovia lá pois já havia da Rua Honduras. A ligação com a Av. Sumaré “””seria””” pela Henrique Schaumann somente.

    Andre / Responder
  5. A ciclovia aqui perto de casa da avenida nunca foi finalizada, liga nada a nada, piada.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*