Metrô pode entrar em greve no dia 27 de julho

O sindicato dos metroviários de São Paulo decretaram estado de greve e pretendem parar suas atividades no próximo dia 27 de julho, quinta-feira.

 

O motivo agora é contra as privatizações que o governo estadual planeja para o sistema. As linhas 5 – lilás e 17 – ouro terão seus leilões no dia 28 de setembro. A data inicial para os leilões era no começo de julho.

 

As bilheterias da linha 5 já contam com funcionários terceirizados.

 

Em um curto prazo, a linha 15 – prata também deve ser concedida a iniciativa privada.

 

Lembrando que a CPTM também pode parar no próximo dia 1 (leia aqui).


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 Comentários deste post

  1. Como será que eles decidem sobre as greves nos sindicatos?
    -Vamos protestar contra as privatizações?
    -Vamos.
    -Mas como faremos?
    -Simples, vamos entrar em greve em todas as linhas gerenciadas pelo governo e a única privada continuará funcionando, assim a população entenderá que privatização é ruim.

    Bruno Massolini / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*