Linha 8 – Diamante tem trecho interrompido devido queda de guindaste

Um guindaste que fazia parte da obra de reconstrução da estação Jardim Silveira caiu na noite deste domingo, 8,  derrubnado a rede elétrica da linha 8 – diamante, da CPTM.

 

A circulação está interrompida entre as estações Barueri e Itapevi. A EMTU acionou o sistema PAESE para cobrir o trecho afetado.

 

Ainda de acordo com a CPTM, o guindaste já foi retirado no local, mas não há previsão para o término do reparo da rede elétrica.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

5 Comentários deste post

  1. Essa linha tá com muitos problemas esse ano.

    Arthur Lira / Responder
    • Ta melhor em relação a uns 10 anos

      Anonimato / (em resposta a Arthur Lira) Responder
      • Felix e você? Ops.

        • Cara, não preciso ser puxa saco do governo para falar algo que sei que realmente mudou.

          Vivo na região da linha há 20 anos. E de fato, em relação a mais ou menos 10 -8 anos, a Diamante melhorou bastante, principalmente quando trocou os trens. Só não admitio isso na resposta à um Felix ou outro puxa saco do governo.

          O problema principal hoje é a falta de manutenção (generalizada na CPTM), o fechamento das passagens de níveis (faltam 3 para fechar de vez), terminar algumas estações (Osasco por exemplo) e diminuir o intervalo no pico. Fora isso, outro problema é a falta de segurança, também generalizada. O aumento de ambulantes e “puladores de estação” está irritando. Me lembro de pular uma estação na época que ainda era fácil isso, não nego que já errei no passado. Mas hoje acho ruim o pessoal pular – tem gente que pula de folgado mesmo.

          Anonimato / (em resposta a Rodrigo Santos) Responder
          • exato, é nesse caso em específico nada tem haver a falta de manutenção, já no resto é descaso sim.

            Alexandre i / (em resposta a Anonimato)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*