Descartada mudança para BRT na Linha 18

O governo do Estado de São Paulo descartou a proposta do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, formado por prefeitos da região, para que a linha 18 – bronze (Tamanduateí-Djalma Dutra), que será por monotrilho, virasse BRT.

 

Em nota, a Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos informa que a mudança de modal não consta na PPP (Parceria Público-Privada) com a VemABC, firmada em agosto de 2014.

 

A concessionária VemABC, que construirá e operará a linha, diz que a decisão de mudar o modal é do Governo do Estado mas reforça que o contrato assinado não abre essa brecha.

 

Para o diretor de Engenharia e Construções do Metrô, Paulo Meca, a alteração para o BRT traria maior impacto ambiental e classificou a ideia como “judiação” por parte do Consórcio Intermunicipal. “A Linha 15 (Prata do Metrô, também em formato de monotrilho), nasceu no lugar do que seria o Expresso Tiradentes, sistema de ônibus que colaboraria na emissão de CO2 (dióxido de carbono) e que não teria a mesma capacidade de transporte do monotrilho. Então o ABC merece coisa melhor”, aponta.

 

 

Quem também comentou a respeito foi o vice-presidente da Brasell, empresa sócia da Scomi no Brasil, Halan Moreira. A Scomi fabricará os 32 monotrilhos para a linha 18. “Seria necessário fazer tudo de novo (licitação e contrato) e demoraria mais tempo. E as dificuldades que ocorrem no ABC (devido às burocracias na disponibilização de verbas) é de todo o Brasil”, pontua.

 

Fonte: Reporter Diario


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

29 Comentários deste post

  1. Excelente noticia.
    Um “tapa na cara” da maldita politicagem.

    Felipe / Responder
    • Quem tá fazendo politicagem é quem tá metendo “guela abaixo” o monotrilho na garganta do povo.

      Anonimato / (em resposta a Felipe) Responder
      • Guela abaixo que nada, monotrilho é infinitamente superior ao BRT, olha a capacidade de transporte de um e de outro.

        Felipe / (em resposta a Anonimato) Responder
        • Não tem nem monotrilho no Brasil para comparar, e em várias matérias já colocadas por bons especialistas (até o Via Trólebus), há pareceres bem mais negativos do que positivos para monotrilho.

          Capacidade de transporte também não tem a haver com eficiência e praticidade.

          Anonimato / (em resposta a Felipe) Responder
          • Sou mais a favor do monotrilho do que com o BRT. O problema, a meu ver, é a PÉSSIMA execução das obras, todas abandonadas, fora esses contratos obscuros que o governo tem com as empreiteiras. Não fosse por isso, tenho certeza de que as linhas 15 e 17 já estariam prontas e operando bem

            Gapre / (em resposta a Anonimato)
          • A China com população imensa, está construindo o maior monotrilho do mundo.

            Felix / (em resposta a Anonimato)
          • A China com população imensa, está construindo o maior monotrilho do mundo.

            Felix / (em resposta a Anonimato)
          • Vem da China o maior sistema de monotrilho da atualidade. Ele fica em Chongqing, na região centro-oeste do país. Duas linhas operam em Chongqing – uma delas com 39,1 km, sendo a maior do mundo, e outra com 16,5 km. O monotrilho local também conecta o centro de Chongqing ao aeroporto internacional de Chongqing Jiangbei.
            FONTE:Via Trolebus.

            Felix / (em resposta a Anonimato)
          • Gapre, o problema do monotrilho é que não há muita adesão por aí no mundo, e dependemos de transferência de tecnologia, o que é caro.

            Precisamos de soluções imediatas para tentar reduzir o número de veículos nas ruas, e depois de melhores estudos para usar o modal mais adequado. Desanimei quanto a monotrilhos, soa-me que não é um dos melhoes modais.

            Um BRT em um primeiro momento ajudaria a definir melhor a vazão de transporte. Com isso, dependendo da demanda, poderia definir se é melhor continuar no BRT, partir para um monotrilho ou metrô. E a vantagem de um BRT é que a conversão seguinte para outro modal seria fácil, já que BRT exige vias mais exclusivas, e por consequencia, espaços para terminais, estações e outros itens.

            Anonimato / (em resposta a Anonimato)
  2. Ótima notícia
    Agora uma dúvida quantos vagões vai ter o monotrilho da linha 18???
    5,6,7????

    Fabiano / Responder
  3. Deviam fazer a linha toda de uma vez, até Alvarengas, maaaasss…

    Lucas / Responder
  4. Se esse descarte foi pelo meio ambiente, eu apoio. Bem que eu já tava gostando da ideia de um Monotrilho no ABC (o ruim é se vão cumprir o prazo prometido, o que acho dificílimo, se levar em consideração os fatos da atualidade).

    Arthur Lira / Responder
  5. A opção pelo Expresso Tiradentes ao invés da Linha Prata, seria uma opção muito mais inteligente. Um sistema de BRT ali seria mais barata, rápido de contruir e com uma capacidade bempeoxima. E com os sistemas híbridos dos ônibus mais modernos, o impacto ambiental seria mínimo.

    Abel / Responder
  6. E o dinheiro do “PAC” prometido pelo governo federal, desde a época da Rainha de Copas, virá quando?

    Ed / Responder
  7. “Para o diretor de Engenharia e Construções do Metrô, Paulo Meca, a alteração para o BRT traria maior impacto ambiental e classificou a ideia como “judiação” por parte do Consórcio Intermunicipal.”
    Que Judiação Hein?… Nem tanto… como ja foi comentado antes… No caso dos Ônibus, tem escolha pra elas não causar tanto impacto a Natureza(artigo do Bilhete Estudantil), a Obra de um BRT leva menos tempo… e Não tem problemas TÉCNICOS como o Monotrilho sair de Portas Abertas da estação (Oratório)… o único contra é o Impacto Ambiental (me corrija se eu estiver errado) tirando isso… o BRT ganha em eficiência do Monotrilho…
    Mesmo assim, equlibrar a Balança pra Sim e Não continua difiicl…
    Vamos ver no que vai dar…
    Só espero que quando for fazer Metrô aqui na Raposo tbm não optem por Monotilho… asim no ABC… a Demanda aqui [e no ABC] não é um ‘Bando Médio de Turistas Estrangeiros’.. da Manha e de Noite os Trens Partirão Cheios e Chegarão Cheios (quem pega ônibus das 5h40 as 20h Sabe do que estou falando … o monotrilho não foi feito pra esse tipo de Demanda(Nem a Raposo Suporta), por isso é melhor Analisarem bem…
    (Mais uma vez peço que corrijam caso se eu estiver errado)

    Mêtoxi / Responder
    • Para construir um BRT no lugar da linha 18 teriam que desapropriar uma faixa de 14 metros, pois a demanda prevista exige um BRT de 4 pistas (cada pista de BRT tem 3,50 m). Como implantar um BRT com largura de 14 m numa várzea de rio? Em superfície há o risco de enchentes, a canalização é uma obra duvidosa e cara, em elevado vivaria outro minhocão.

      Não há viabilidade para um BRT naquele eixo. Acredito que o ABC tem que brigar pelo BRT Perimetral Leste, que lhe dará acesso à Guarulhos.

      Ivo Suares / (em resposta a Mêtoxi) Responder
      • Mas monotrilhos, que eu saiba, necessitam também de desapropriações e adaptações no local. E não é tão diferente de um minhocão um monotrilho.

        Adaptando o córrego, criando piscinões, e também mudando a via para ser exclusiva de BRT (transferindo o tráfego de automóveis para outras vias), aceleraria as instalações dos BRTs.

        Anonimato / (em resposta a Ivo Suares) Responder
    • Houve muita defesa de um monotrilho para a Raposo Tavares (até Cotia), mas depois avaliaram que não compensa. O perfil da Raposo Tavaes não comporta um monotrilho – sofreria com as pontes e o sobe-e-desce da rodovia.

      Para a Raposo, não existe um modelo ideal – a população lindeira é que deveria se unir, se organizar e achar a melhor solução. Até porque o modal escolhido terá que atender até a região de Cotia ao menos.

      Anonimato / (em resposta a Mêtoxi) Responder
  8. não….o abc não merece mais um monolixo

    haroldo / Responder
    • O ideal seria um metrô normal
      Mas fazer o que,pelo menos não vai inventar de colocar ônibus numa região com alta demanda

      Fabiano / (em resposta a haroldo) Responder
  9. Estou pensando quem vai receber a propina primeiro, e que vai inventar desculpas, quando as obras ficarem eternas.

    Rodrigo Santos / Responder
  10. A ideia de um sistema de transporte tipo BRT seguindo o Ribeirão dos Meninos é temerosa, pois a região é sujeita a enchentes. São Caetano é o ralo do ABC e sem um planejamento contra as enchentes mais efetivo, como a construção de mais piscinões nesta área específica, esta ideia só funciona para quem não conhece a região.

    Ed / Responder
    • Associa-se então a construção de um BRT aliado a construção de piscinões então. Provavelmente ajudaria a evitar enchentes.

      Anonimato / (em resposta a Ed) Responder
  11. No Entanto, a Proposta da Linha 18 Bronze do Metrô Vai Ser Mantida Para Operações em Monotrilho

    Michell / Responder

Deixe uma resposta para Abel Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*