Caixa garante empréstimo de R$ 800 milhões para o VLT de Cuiabá

A Caixa Ecônomica Federal informou que um empréstimo de R$ 800 milhões está garantido ao governo do Mato Grosso para a conclusão do VLT de Cuiabá, que era para ter sido entregue para a Copa de 2014.

 

“O governo de Mato Grosso vem se empenhando em fazer com que as obras sejam retomadas e procurou a Caixa Econômica, que tem todo interesse em fazer esse apoio financeiro. É uma obra muito importante para a população de Cuiabá e para o Brasil inteiro, porque é um legado que fica para a história. A gente está, sim, trabalhando com o propósito fazer essa operação”, declarou o vice-presidente de Governo da Caixa Econômica, Roberto Derziê de Sant’Anna.

 

Como as obras estão suspensas, em razão de os Ministérios Públicos Estadual e Federal terem emitido parecer contrário ao acordo que foi firmado entre o Governo e o Consórcio VLT para retomar as obras, o empréstimo não pode ser tomado por enquanto.

 

“O Estado está fazendo seu papel, desentranhando toda a questão junto à parte judiciária, de procuradoria. Em seguida vai sair uma Lei estadual e vamos submeter à Caixa. A gente, com certeza, vai ter um bom encaminhamento”, disse Roberto.

Sant’Anna mencionou que manteve diálogos com o governador Pedro Taques sobre o empréstimo. “Foram demandados R$ 800 milhões, que seria uma linha de crédito aberta à disposição do Governo de Mato Grosso. Tenho conversado com o governador Pedro Taques, que tem se colocado à disposição para auxiliar na construção de todas as variáveis de garantia, para que a operação seja concretizada com sucesso”, pontuou.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

6 Comentários deste post

  1. Esse é o Legado da Copa, “obra cara é obra parada”.

    Felix / Responder
  2. Isso é bom, só dou uma dica para a população local: Fiquem de olho para que não haja roubos, políticos tem mania de pegar só um pouquinho da grana daquela obra boa e superfaturada para suas campanhas e cobrem o andamento delas. Aqui em SP se ficássemos de olho nas obras do metro, não adiantaria, porque… prefiro não comentar!

    Thommy / Responder
  3. Enquanto isso, a linha total do VLT de São Vicente, em São Paulo, foi entregue com verbas exclusivas do estado.

    Ed / Responder
  4. A obra mais super faturada do país, acho que só perde pros estádios, vergonha.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*