Prefeitura de São Paulo muda regras para cobrar taxa do Uber

A Prefeitura de São Paulo decidiu mudar a regra para aplicativos de transporte como Uber com relação a tarifa que estes tem que pagar a gestão municipal. Antes, a taxa por km rodado, que é de R$ 0,10, começava a ser cobrado progressivamente dos aplicativos quando a frota atingisse 7,5 mil km rodados no dia. Agora, começará a ser cobrado quando atingir 15 mil km.

 

A norma publicada nesta sexta-feira,5, no Diário Oficial determina ainda que o valor máximo será de R$ 0,36 por km apenas quando a empresa chegar a 75 mil km rodados em uma hora, valor mais barato que os R$ 0,40 que as empresas teriam que pagar para rodar a metade – a partir de 38 mil km, segundo a regra antiga.

 

Outra novidade é que os aplicativos, agora,  poderão rodar o equivalente ao que rodam 10 mil taxistas da cidade. A gestão Haddad havia estabelecido uma meta para permitir que elas rodassem o equivalente a 5 mil taxistas para evitar que a categoria sofresse uma concorrência predatória por parte das empresas de aplicativo.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

4 Comentários deste post

  1. Sobre esta matéria:

    – descompactem um arquivo risadas.rar
    – dentro tem um texto escrito rar rar rar! e uma foto do Bob Esponja. :p

    Anonimato / Responder
  2. Sobre esta matéria:

    – descompactem um arquivo risadas.rar
    – dentro tem um texto escrito rar rar rar! e uma foto do Bob Esponja. :p

    Anonimato / Responder
  3. lembram dos descontos que os aplicativos deram durante a greve geral? na época o prefeito disse:

    “É importante ressaltar que as viagens serão inteiramente gratuitas, ou seja, as empresas doadoras não cobrarão nada da prefeitura ou dos servidores”

    taí o resultado de uma das “doações” da tal iniciativa privada.

    rafael oliveira / Responder
    • Mais um devaneio e show de imaginação. O que interessa é que nós clientes seremos beneficiados com as vantagens para os aplicativos.

      Daniel Prudencio / (em resposta a rafael oliveira) Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*