Metrô de São Paulo pode entrar greve novamente na sexta, 5

O sindicato dos metroviários aprovou nesta terça, 2, entrar em greve na próxima sexta, 5, contra o aumento da jornada. Uma nova assembleia amanhã,4, irá bater o martelo se a greve irá ocorrer ou não.

De acordo com o sindicato, apesar de declarar que é favorável à Intrajornada de meia hora, o Metrô está implantando o intervalo de uma hora de forma autoritária, aumentando a jornada e provocando muitos transtornos aos metroviários.

“A sentença do juiz não autoriza nenhuma alteração de escala, não determina horário de entrada ou saída, não autoriza o Metrô a fazer mudança de escala e não determina horário de intervalo entre a 4ª e 6ª hora. Portanto, o Metrô está cometendo vários abusos”, diz o sindicato.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

5 Comentários deste post

  1. A greve deve ser última ferramenta para abrir os canais de negociação com gestores míopes. Inclusive a reforma da Previdência. Os financiamentos do BNDES fazem Milagre, analisem a cobertura pífia da imprensa a reforma da Previdência nos bastidores do Circo montado pelo Governo do PT fora/PMDB dentro. Estamos perdidos, exceto pela revolta dos agentes penitenciarios. Só falam do maduro e do Dirceu. Acordem cidadãos brasileiros.

    Roberto / Responder
  2. PIADA.

    Rodrigo Santos / Responder
  3. Olha, eu sempre fui muito critico com relação a privatização, acho que o estado tem meios e deve gerir certos recursos, mas o que o povo do metro faz é palhaçada, sinceramente, acho que estaríamos melhor servidos (no momento) se as linhas fossem privatizadas.

    Tiago Gimenes dos Santos / Responder
  4. Já passou da hora de privatizar as outras linhas do Metrô. Esta será a 3ª greve do Metrô neste ano, e estamos somente em maio.

    Bruno Massolini / Responder
  5. Não entendi, o Sindicato é favorável, porém non mucho? E o povo ninguém pensa. Será que está sobrando empregos no Brasil ?

    Felix / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*