Integração entre ônibus e VLT está atrasada na Baixada Santista

De acordo com reportagem da TV Tribuna, a integração entre ônibus de Santos e São Vicente com o VLT da Baixada Santista está atrasada. “A gente vinha trabalhando com a expectativa de maio. Todos os documentos estão com a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) de Santos, que pediu mais um prazo”, argumenta o diretor presidente da Empresa Metropolitana de Transportes Metropolitanos (EMTU), Joaquim Lopes.

 

Um convênio assinado entre Estado e municípios dizia que dos R$ 4,30 da passagem, R$ 1,30 sejam do sistema local e R$ 3,10 do VLT. Joaquim disse que espera a prefeitura de Santos dizer quais linhas terão integração para pactuar a regra e ajustar o sistema de bilhetagem.

 

Já São Vicente a situação é mais complicada. Lá é necessário fazer uma licitação dos transportes da cidade. Hoje os ônibus são operados por cooperativas.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.