Uber é proibido de atuar na Itália

O Tribunal de Roma decidiu que o Uber pratica “concorrência desleal” na Itália e que o aplicativo deve suspender suas atividades em até 10 dias, contando a partir da última sexta, 7, quando o veredito saiu.

 

Caso a decisão não seja respeitada, a empresa terá que pagar 10 mil euros por dia de multa.

 

A ação foi pedida por um grupo de advogados que representam taxistas na Itália. O Uber disse que irá recorrer da decisão.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

12 Comentários deste post

  1. Dinamarca, Itália… dizem que na China não tem Uber pois lá eles não conseguiram lucrar por causa da concorrência (a Didi, que é investidora na 99).

    Anonimato / Responder
    • Ou seja, uma vez que o táxi é atrativo, não é necessários nenhuma lei que impeça o funcionamento do uber ou qualquer tipo de taxação extra, pois as leis naturais de oferta, demanda e concorrencia se ajustam quase que naturalmente nestes casos. Ainda assim resolvemos super taxa-lo e proibi-lo do que tornarem mais atrativo o arcaico sistema de táxis mundo a fora.

      Júlio César Marcelino / (em resposta a Anonimato) Responder
      • Nada a haver sua resposta. A Itália, pelo que sei, tem problemas sérios de corrupção até hoje. E a Dinamarca tem legislação eficiente para cobrar serviços públicos eficazes.

        E quanto mais vejo gente defendendo Uber como se fosse diferente de táxi, mais vejo gente cega

      • Vou lhe dar um exemplo, não sei se você trabalha em empresa, mas digamos que trabalhe, o que acharia se sua empresa trouxesse um monte de chineses para trabalhar por um quarto do que você ganha hoje? E simplesmente diga, quem quiser trabalhar vai ter que ganhar o mesmo?

        Você acharia justo?

  2. isso é ridículo, tá passando a mão na cabeça de serviços com preços mais baratos, pq pra deixar a concorrência mais legal,diminui os impostos sobre taxista e cancela logo o sindicato.

    la muerte / Responder
  3. Depois não entendem porque a Itália está totalmente estagnada economicamente e não tem perspectivas de melhora.

    Bruno Massolini / Responder
    • Não diga besteiras, a Itália tem um transporte público excelente, assim como a Dinamarca. Uber lá acaba sendo até desnecesssário

  4. Quem está proibindo está correto, todos têm que se enquadrarem nas Legislações de cada país, eu gostaria que quem tem um carro com menos de 5 anos de uso possa fazer um cadastro simples na prefeitura e atuar em transporte de passageiros, ou seja, regra simples para todo mundo, aí sim teria concorrência e talvez o UBER não teria interesse e nem quem coloca seu carro no UBER, pois não teria que se submeter aos pagamentos cobrados pelo Uber.O problema não está nos servicos dos veiculos e sim no dinheiro que o Uber vai enviar para sua Matriz, imaginem 20%de gtana do UBER no Mundo inteiro para os EUA, mamão com açúcar.

    Felix / Responder
    • Não dá para botar regras simples para todo mundo porque transporte não é um serviço cuja concorrência ajuda a baixar o preço, mas sim é um serviço que depende de um equilíbrio de serviços disponíveis e necessidades sociais. Se você tem um excesso de serviço de transporte particular, os serviços coletivos perdem seu valor e são reduzidos de forma em que em um dado momento, vamos ter mais serviços particulares nas ruas congestionando vias do que serviços coletivos.

      Anonimato / (em resposta a Felix) Responder
    • Quanto ao dinheiro, não está errado. No entanto isso é fácil de resolver e já existe – são os mesmos mecanismos de impostos que todo mundo aqui reclama :p

      Anonimato / (em resposta a Felix) Responder
  5. Espera ai, na Itália como e o serviço publico, alias como e o transporte publico, e barato? O salário do povo italiano e o suficiente pra sobreviver? Temos que levar tudo isso em conta, e não comparar com o Brasil.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*