Rumo e DNIT apoiam implantação de VLT em Sorocaba

A concessionária Rumo, que administra a ferrovia que passa por Sorocaba, e o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes) apoiam a implantação do VLT na cidade. Uma reunião com ambas e o prefeito da cidade, José Crespo, sobre o tema, ocorreu na última quarta-feira, 29. “A reunião foi muito melhor do que a expectativa, com essa sinalização positiva vamos caminhar todos juntos”, comemorou o prefeito.

 

O secretário de Planejamento e Projetos da Prefeitura, Luiz Alberto Fioravante, explicou que agora acompanhará o prefeito em visita ao Dnit em Brasília, para tratar da assinatura de um documento entre a Prefeitura, o Dnit e a concessionária Rumo, que depende da aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para oficializar no papel o acordo que possibilitará ao município implantar e operar o VLT utilizando a malha ferroviária já existente na cidade de Sorocaba.

 

O prefeito explicou que o VLT vai ser mais uma opção de transporte para o percurso Leste-Oeste da cidade, enquanto o BRT ligará as regiões Norte-Sul. Os dois tipos de transporte (modais) estarão interligados, dando a possibilidade dos passageiros usarem ambos. De acordo com os estudos da Secretaria de Planejamento e Projetos, o VLT municipal poderá compartilhar os trilhos do transporte de cargas sem prejuízo para ambos.

 

O VLT que pode vir a ser implantado na cidade deve ter uma velocidade de 70 km/h e capacidade para transporter de 250 a 350 pessoas, dependendo do modelo a ser escolhido. Poderá ter até sete vagões, todos interligados, equipado com ar condicionado, sinal de internet sem fio, tomadas para carregar de celular e sistema de segurança com vigilância interna por câmera de vídeo e completa comunicação com as estações e centros de controles. As plataformas de embarque ou desembarque terão 45 metros ou 35.

 

Fonte: Prefeitura de Sorocaba

 

Colaboradoração do nosso leitor Henry Gomes.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

4 Comentários deste post

  1. Uma hora todas as grandes cidades do estado de SP vao ter que investir em transportes sobre trilhos

    Fabiano / Responder
  2. Uma boa notícia, apesar de eu duvidar que será implantado. Antes de tudo, lembremos que o centro de Sorocaba precisa de manutenção na sua linha férrea hoje. E ver como está a movimentação do ramal ferroviário da Rumo.

    Anonimato / Responder
  3. Depois da implantação do VLT em Santos, é de se esperar que outras cidades do mesmo porte pelo estado queiram este mesmo tipo de modal, pois é eficiente, não poluidor e moderno.

    Ed / Responder
  4. E Que Além da Volta Para Campinas Para Operar o Metrô, o VLT Venha Para Bauru

    Michell / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*