Linhas 7 – Rubi e 10 – Turquesa, da CPTM, entram em greve nesta terça, 11

O sindicato dos ferroviários, responsável pelos funcionários das linhas 7 – Rubi e 10 – Turquesa, decidiram entrar em greve a partir das 0h desta terça, 11. A mobilização se deve ao parcelamento do pagamento do PPR (Programa de Participação nos Resultados) de 2016.

 

Por outro lado, os sindicatos que abrangem as linhas 8 – Diamante, 9 – Esmeralda, 11 – Coral e 12 – Safira, decidiram aceitar a proposta da CPTM e trabalham normalmente na terça.

 

Em nota, a CPTM diz que, devido a crise, não conseguiu depositar o valor integral da PPR no último dia 31.

 

“No entanto, diante da crise econômica pela qual passa o país, e não é diferente na CPTM, a Companhia buscou a melhor solução para honrar com o compromisso. Assim, como não havia condições financeiras suficientes para efetuar o pagamento em uma única parcela, a Companhia depositou 50% do valor apurado no dia 31 de março e o restante será depositado em junho, corrigido pelo índice IPC Fipe do período, sem prejuízo aos empregados”, disse a estatal em comunicado.

 

A CPTM entrou na justiça para que todas as linhas estejam em funcionamento. Na sexta, o desembargador Carlos Husek, do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) da 2ª Região, concedeu liminar (decisão temporária) determinando que os três sindicatos envolvidos mantenham 75% de trabalhadores nos horários de pico e  60% nos demais horários. O descumprimento resultará em multa diária de R$ 100 mil.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 Comentários deste post

  1. E o Brasil vai entregando, e o estrangeiro agradece.

    Felix / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*