Governo Federal deseja redesenhar ferrovias com concessões

O Governo Federal, com o seu plano de concessões, prevê redesenhar as rotas de algumas ferrovias que percorrem o país.

 

A Ferrovia Norte-Sul, que liga Tocantins a São Paulo, deve ser concedida com a possibilidade de expansão até Mato Grosso.

 

A Ferrovia Oeste-Leste, inacabada, na Bahia poderá se ligar com a Norte-Sul. Com esta ligação, haverá a possibilidade de saída por um terceiro porto, na Bahia, que poderá ser construído pela vencedora da concorrência caso o governo do Estado não conclua um projeto já autorizado.

 

A Ferrogrão, que pretende escoar a safra da região de Mato Grosso, chegaria ao Pará. Essa licitação, que deve sair primeiro, tem grande interesse das tradings de grãos (grandes vendedores) ADM, AMaggi, Bunge, Cargill e Dreyfus, que fizeram o projeto para a estrada de ferro.

 

No caso das renovações de concessões, será possível garantir que trens vindos de outras malhas ferroviárias vão poder passar pelas malhas já concedidas e acessar os portos. Hoje essa possibilidade existe, mas há restrições que dificultam a competição.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*