Doria está em Seul e mira tecnologias para o transporte

O prefeito de São Paulo, João Doria, está em viagem a Seul, na Coreia do Sul, para ver de perto como funciona o modern transporte da cidade e tentar trazer experiências para cá. De acordo com reportagem da Folha de São Paulo desta quarta-feira, 12,a opção de Bilhete Único em lojas e no pagamento de táxis e aplicativos como Uber e câmeras em todos os ônibus que mostram imagens em tempo real são alguns dos pontos que o prefeito irá ver.

 

As cameras seriam “inteligentes”, capazes de dar alerta para comportamentos atípicos dentro dos ônibus –como passageiros pulando a catraca ou entrando pela porta traseira. Um equipamento desses já foi instalado e entrará em funcionamento nas próximas semanas.

 

Em Seul,  todos os ônibus da cidade são acompanhados em tempo real. A localização, a velocidade e a quantidade de passageiros de cada veículo são informadas on-line. O sistema mostra até se o motorist parou fora do ponto.

 

Os paineis nos pontos, que mostram o tempo de chegada do ônibus, sao confiáveis. Aqui temos alguns porém o sistema é falho.

 

Na capotal coreana, porém, foi construído muitos corredores de ônibus. Até o momento, não há um comprometimentode Doria que ele irá fazer novos corredores em São Paulo.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

26 Comentários deste post

  1. Sistemas de informação. Isso mesmo! Tecnologia de sistemas de informação aplicada ao transporte público. Nem é preciso ir à Marte para descobrir como se faz.
    Basta vontade política e afastar organizações ou grupos de interesses que só atrasam ou inviabilizam iniciativas inovadoras.

    gustavo / Responder
  2. De nada adianta tecnologia de ponta, se a gestão do sistema for ruim, vide metrô e CPTM.

    Renato / Responder
    • sim, mas estamos falando do João Doria né…
      pensa grande por que tem competencia de realizar coisas grandes.

      Vítor P. Gabriel / (em resposta a Renato) Responder
      • Aham, vai acreditando piamente em “competência” de políticos pra vc ver onde chegaremos…

        O.Juliano / (em resposta a Vítor P. Gabriel) Responder
      • Toda varroura nova varre bem.

        Não sabemos até ver tudo isso na pratica, pois o plano de metas dele não tem nem a construção de novos corredores BRTs, reforma de calçadas entre outras. Por isso, prefiro esperar para ver como ele vai fazer na pratica e se realmente vai funcionar, pois seu pupilo no Estado mostrou ser um desastre na parte dos trilhos….Só pensa em comprar trens novos de ultima geração, mas deixa a infraestrutura em ultimo plano….

      • *Vassoura

        • Se não tiver quem varra, não adianta vassoura nova ficar parada atrás da porta.

          Felix / (em resposta a Renato) Responder
          • Veremos….

            O tempo, que é o senhor da razão vai mostrar!
            Se não fizer que nem o Serra fez, usar a prefeitura como trampolim para o Estado no ano que vem….

            PSDB 25 anos no Estado e 1,5km de metrô por ano manda lembranças . . .xD
            como eu votei nulo, minha consciência está tranquila, pois não voto em bandidos incompetentes!

            Renato / (em resposta a Felix)
          • não rapaz, pouco mais que isso, 2km por ano…hahahahahahahahahahahahahaha

            haroldo / (em resposta a Felix)
      • Perfeito, São Paulo estava necessitando de alguém que pensasse do tamanho da Cidade.Vai ser 40 anos em 4 anos,plagiando Juscelino 50 anos em 5 anos.

  3. De nada adianta tecnologia, se não forem construídos corredores exclusivos.

    Alex / Responder
  4. O povo gosta de ser enganado mesmo. A gente tá acreditando até na mulher melancia para prefeita, alias, ela não é política, não é?

    Joel / Responder
  5. Ta e cade projetos de novos corredores? Cade Raial Leste, cade Aricanduva, cade 23 de Maio? Quero só ver, implantar em corredores já existentes, e dizer que ta fazendo não acharei que fez algo.

    Rodrigo Santos / Responder
  6. Espero que a comitiva tucana lá entenda o modelo dos tigres asiaticos de gerir o transporte, que basicamente é tirar o poder público disto e entregar para a iniciativa privada, não este corporativismo que ocorre no Brasil.

    Bruno Massolini / Responder
  7. Só lembrando que as empresas quais o Doria está convidando fazer parte dos programas dele estão no escândalo de pagamentos de subornos e troca de favores entre a ex-presidente, que sofreu impeachment, e empresas como Hyundai, Samsung e LG, estas quais estão na agenda do prefeito para encontros.

    O.Juliano / Responder
  8. Só acho que a realidade de Seul é anos-luz diferentes da realidade daqui de SP. Muitas coisas de lá não se aplicam aqui pois ainda nos faltam muitos quilômetros de metrô e muita integração de modais e educação do povo para obtermos os mesmos padrões e tecnologia. Fora que o Dória ainda não me pareceu muito engajado em fazer de fato uma revolução nos transportes de Sampa, ele só fala o que os outros querem ouvir. Pra mim, o prefeito tá é querendo arranjar novas parcerias com empresários coreanos pra fazer mais concessões públicas a eles.

    Gapre / Responder
  9. Só acho que não precisa ir la pra implantar o minimo que já deveria ter faz tempo em SP.

    Rodrigo Santos / Responder
  10. o corredor leste itaquera nem esta pronto ainda
    vergonha viu

    wagner / Responder
  11. Vai ser difícil comparar São Paulo com uma cidade onde 40% dos investimentos no sistema metroviário é bancado por verbas federais. Por aqui o metro de SP é bancado apenas pelo povo paulista…

    Ed / Responder
  12. o metrô de seul tem 300km, minha inveja tá pegando fogo…hahahaha

    haroldo / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*