CPTM pode entrar em greve no próximo dia 11

Os sindicato dos ferroviários da CPTM decidiram nesta segunda, 3, entrar em estado de greve com a alegação que a estatal não efetuou o pagamento da PPR no ultimo dia 31 conforme um acordo previsto anteriormente.

 

Caso o pagamento não seja feito, haverá uma nova assembleia no próximo dia 10, próxima segunda-feira, para decidir se entram em greve a partir do dia 11 ou não.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

10 Comentários deste post

  1. Eu sempre me pergunto, quem paga mesmo por essa greve?

    Rodrigo Santos / Responder
  2. Eu e você, por que somos otários de verdade.

    Esses caras só estão pensando no próprio umbigo e ferrando com a população, brigar para prestar um serviço melhor eles não brigam.

    Leonardo Gleison / Responder
    • Não entendi. Eles estão brigando pelo que é de direito deles. Por que então a população não briga por um serviço de melhor qualidade? Ou prefere esperar que os outros biguem suas brigas?

      O.Juliano / (em resposta a Leonardo Gleison) Responder
  3. insistem em votar no PSDB…tem que se ferrar mesmo para aprender a votar!

    politico de merda que não valoriza o trem, nem seus funcionários

    Tiago / Responder
  4. Acordo é acordo. Se acontecesse isso em todo o mundo haveria menos empregadores abusivos. Mas claro que isso é especificidade de apenas algumas classes.

    Mas quando é metroviário, ferroviário ou professor é porque são vagabundos que só pensam neles. Aham… Sei.

    O.Juliano / Responder
  5. Bando de vagabundos, ficam ferrando a população mais humilde só em busca de dinheiro para eles mesmos.
    Tem que privatizer vai ser melhor pra população.

    Jurandir / Responder
  6. Depois não sabem pq o governo está repassando pouco a pouco as linhas para a iniciativa privada….xD

    Primeiro foi a linha 4….depois a linha 6….agora as linhas 5, 15 e 17….depois a linha 8 e 9 da CPTM e agora a linha 2.

    Só vai ficar faltando 2 linhas do metrô e 4 da CPTM que é questão de alguns anos para serem concedidas também….

    Renato / Responder
  7. Greve em serviços essenciais deveria ser proibida.Único prejudicad é o povo sofredor.

    Felix / Responder
  8. Greve em serviços essenciais deveria ser proibida.Único prejudicad é o povo sofredor.

    Felix / Responder
  9. tem q privatizar msm.

    la muerte / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*