Trem descarrila no interior de SP e mostra desespero das pessoas em vídeo

Um trem de carga da concessionária Rumo descarrilou nesta segunda-feira, 27, quando passava pelo Centro de São José do Rio Preto. Um video mostra o momento exato do acidente onde alguns motociclistas, que estavam esperando a passagem do trem, correm desesperados. O trem transportava soja.

 

Em nota, a Rumo, disse que a composição seguia do Mato Grosso para o Porto de Santos (SP). A nota disse também que “equipes da concessionária já estão trabalhando no local para retirada dos vagões e restabelecimento da linha. A Companhia está apurando as possíveis causas do acidente”.

 

Veja o vídeo a seguir.

 


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

8 Comentários deste post

  1. A situação soa similar ao que ocorreu semana passada na CPTM: era uma passagem de nivel e o trem descarrilhou. A diferença é que nesta situação da Rumo, o trem estava em uma velocidade em acensão (imagino que entre 30 a 40 km/h).

    Ao que parece, ninguém foi ferido. Ainda bem. É por essas e outras que batalha politicamente pela segregação viária dos trens.

    Anonimato / Responder
  2. Até onde irão esses acidentes? Até acontecer uma real tragédia? Já vimos tragédias acontecerem em outros países, até muito melhores desenvolvidos que o nosso mas nossa estrutura parecia distante de tais acontecimentos. Hoje em dia, com os descarrilamentos um seguido do outro, deixa em dúvida toda a malha ferroviária de São Paulo…

    O.Juliano / Responder
    • No Brasil temos um problema sério com a cultura de manutenção. Se faz mais manutenção corretiva que preventiva. Lembrando que muitas destas linhas férreas apenas são operadas e não arrumadas.

      Anonimato / (em resposta a O.Juliano) Responder
      • Infelizmente tenho que concordar. Porém pelo menos no Metrô de SP esta manutenção preventiva parecia ocorrer de maneira eficiente, pelo menos parecia…

        O.Juliano / (em resposta a Anonimato) Responder
        • No caso do Metrô, o problema foi em um equipamento que teve o mesmo evento em uma segunda ocasião. Não. Me parece ser do metrô a culpa

          anonimato / (em resposta a O.Juliano) Responder
  3. Tomara que ninguém tenha se machucado.

    Arthur Lira / Responder
  4. Faz tempo que projetaram um contorno ferroviário para São José do Rio Preto onde os trens de carga passariam longe do centro da cidade, os trens passariam totalmente fora da cidade em trilhos bem mais novos e poderiam desenvolverem maiores velocidades até. Os trilhos urbanos de São José do Rio Preto poderiam serem aproveitados para algum VLT interurbano no estilo Tram-Train atendendo às localidades da região através de um planejamento minucioso e com um certo adensamento no eixo desse meio de transporte, de modo a garantir a demanda desse, mas aqui neste país preferem viver no atraso, fazer o quê?

    Celso Jorge Aguiar Amaro / Responder
    • Existe o problema dos custos – fazer um contorno ferroviário requer dinheiro para desapropriações, construção e manutenção da via. Provavelmente o chato do Estações Ferroviárias botaria em mais uma daquelas seções “trilhos do mal” (na verdade já deve ter citado este trecho por lá…)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*