Mortes por atropelamento aumentam em São Paulo

As mortes por atropelamento aumentaram 46% no mês de fevereiro comparado ao mesmo mês de 2016. Foram  38 mortes contra 26 do ano passado.

 

Os óbitos foram espalhados por toda a cidade. As marginais Pinheiros e Tietê, que tiveram suas velocidades aumentadas em janeiro, não tiveram nenhuma morte por atropelamento.

 

As mortes na capital puxaram um aumento desse tipo de óbito no Estado como um todo, que teve alta de 40% nos atropelamentos – de 107 casos em fevereiro de 2016 para 150 no mês passado.

 

Apesar do aumento por atropelamento, o número de vítimas fatais no trânsito da cidade caiu comparado com fevereiro de 2016. Foram 74 óbitos contra 77.

 

Já no Estado ficou praticamente estável. Foram 415 registros em fevereiro de 2017 e 414 no mesmo mês de 2016.

O

s dados são do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga), coletados com base nos registros de boletins de ocorrência da polícia.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.