Metrô em greve amanhã. Qual a sua opinião?

Caso confirmada a greve dos metroviários, as linhas 1 – azul; 2- verde; 3 – vermelha, 5-lilás e 15-prata não funcionarão nesta quarta, 15. Porém a linha 4 – amarela, que é operada pela iniciativa privada, operará normalmente. Caso as linhas 5 e 15 já tivessem sido privatizadas, como está nos planos do Governo Estadual para este ano, provavelmente também operariam normalmente.

 

Não entrando no mérito da greve, a paralisação afetará milhões de pessoas que precisam chegar ao trabalho e ,onde em tempos de crise, mantê-lo esta cada vez mais difícil.  Muitos estudantes também não conseguirão chegar aos seus locais de estudo. Uma pessoa que tem está desempregada e não irá conseguir comparecer na entrevista de emprego agendada.

 

Com alguns e outros pontos com certeza, amanhã, caso a greve confirmada, a população, vendo a linha 4 funcionando e as outras não, não pensará que é melhor privatizar tudo? Será que não é um tiro no pé para o sindicato? Ou a linha 4, de alguma forma, deveria entrar em greve também? Hoje o ramal amarelo já é a melhor em conforto e modernidade comparada com as demais.

 

Qual a sua opinião a respeito sem contar o mérito da greve?


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

34 Comentários deste post

  1. Minha opinião: para alguns setores da sociedade, o ato de se fazer greve está se tornando uma profissão. São os grevistas profissionais. Faz-se greve pra tudo e a qualquer momento.

    gustavo / Responder
  2. espero que o governador privatize tudo, esses funcionários públicos só sabem tentar levar vantagem da situação.

    Jurandir / Responder
    • Jurandir/Felix sempre resmungando contra quem se opõe ao político de estimação dele

      Gapre / (em resposta a Jurandir) Responder
      • Grape, se vc fosse inteligente e tivesse boa percepção, vc veria a diferença de escrita entre eu e o Jurandir, não precisa sonhar comigo, responda somente a quem está comentando para não passar vergonha.

        Felix / (em resposta a Gapre) Responder
  3. Na minha opinião é um direito do cidadão se manifestar contra a reforma da Previdência Social, entendo a posição dos patrões acima, mas estamos precisando deixar de ser passivos e mostrar nossa indignação com os mais jovens que em sua maioria não tem consciência do momento que vivemos e falta de oportunidade pela ganância dos inativos, aposentados que continuam trabalhando depois dos 60 anos.Falta de sensibilidade do Governador que tenta obter liminar para inibir os metroviários a demonstrar seu descontentamento com a(s) reforma(s) proposta(s).

    ROBERTO / Responder
  4. Vai ser um tiro no pé do sindicato. Sindicatos no Brasil tem um poder desproporcional, é o pais com mais sindicatos do mundo, e isso não se reverte em ganhos pro trabalhador, num país que segue com uma das maiores desigualdades de renda. Já passou da hora de repensarmos esse modelo de desenvolvimento, muito focado na luta de classes marxista e pouco focado em empreendedorismo e inovação.

    Creio que é necessário reformar a legislação trabalhista em 2 pontos:
    1 – Tirar obrigatoriedade da filiação e contribuição sindical, o que desmancharia as mafias sindicais e colocaria de novo a forca de mobilização nas mãos dos trabalhadores realmente interessados. Ao contrário do que se imagina, isso só fortaleceria o poder de negociação do trabalhador, pois só quem realmente tem interesse na mobilização iria atrás de negociar, e não ficar na mão de entidades sindicais vendidas pra partidos e ideologias politicas.
    2 – Reformar a legislação do funcionalismo, acabando com a absurda, intocada e santificada estabilidade, uma distorção que só contribui pra ineficiência do serviço público e só existe no Brasil. Afinal em qualquer lugar civilizado do mundo, os direitos trabalhistas do servidor público são iguais aos do setor privado.

    Adail / Responder
  5. Sou a favor de privatizar tudo. Funcionário público adora uma greve e o povão que trabalha na iniciativa privada sempre vira refém.

    Felipe / Responder
    • Refém somos dos ladrões do pais que desejam legalizar o caixa 2 dos políticos e das empresas corruptas e não tem amor a pátria que estão instaladas.

      Roberto / (em resposta a Felipe) Responder
  6. Sempre fui contra greve em serviços essenciais, só espero que um familiar de quem defende esse tipo de greve não tenha necessidade de locomoção para hospitais ou outra emergência.Isso é mais greve politica que outra coisa, o maior prejudicado é o cidadão que nada tem com isso.Ontem meia dúzia de grevistas de uma empresa de Gas resolveram parar a AV Jacu Pessego onde formou uma fila de veiculos de ,ais de 4 kms.O direito de um termina onde começa o direito do outro.Primeiro não foi votado e ninguém sabe como ficará o projeto a ser votado, só há especulações e conjecturas sobre a reforma da previdência, como foi apresentada pelo governo não deve passar, também eu sou contra.

    Felix / Responder
  7. Roberto, Vc sabe o motivo de paralizar amanhã?

    Felix / Responder
    • Mais que você, Reforma da Previdência Social roubada pelos pseudos Administradores Públicos eleitos ou com cargo em comissão e apadrinhados. Além da Reforma Trabalhista.

      Roberto / (em resposta a Felix) Responder
  8. primeiramente #grape, segundo tem que privatizar mesmo. Os metroviários vão começar a esculhambar a população buscando apenas fustigar o governo que aí está ou pra conseguir aumento, uma vergonha.

    Jurandir / Responder
    • Chupa vc, o metrô não será privatizado só porque vc quer. Que vontade ridícula a sua de querer ferrar com trabalhadores que estão lutando contra uma Reforma que vai prejudicar a todos os outros trabalhadores só porque pega mal pro seu político querido. Desencana disso, Felix

      Gapre / (em resposta a Jurandir) Responder
    • E privatização não resolve nada, muita burrice sua crer nisso. O lixo da SuperVia e do MetrôRio, privatizados, te mandam lembranças. O que interessa é boa gestão e metroviários motivados, não importa se é privado ou do governo. O resto é só partidarismo da tua parte

      Gapre / (em resposta a Jurandir) Responder
  9. esqueci do #chupa

    Jurandir / Responder
  10. Muito válido a greve (a L4 deveria aderir), podia estender em toda a sociedade, pois acredito que nenhum de nós, queremos nos aposentar com um salário mínimo, trabalha-se muito para receber miséria na velhice.

    Amaury / Responder
  11. Se vc ler direitinho a constituição dos artigos 194 e 195 e interpretar do jeito que escrito, verás que o Governo faz uma conta nada haver ….. Todos trabalham e pagam altos impostos, e no fim vai receber menos da metade? Acho muito injusto, não sei qual a sua opinião, mas eu não quero viver com salário mínimo.

    Amaury / Responder
  12. Essa greve é criminosa, esses sindicatos imundos são parasitas e nojentos e isso está sendo patrocinado pelos terroristas do PT que tem que ser extinto, que um dia Lula seja esfolado junto com outros petistas e que os partidos vermelhos sejam severamente proibidos no Brasil. A Reforma da Previdência é sim necessária, senão este país quebra e não dá para tolerar essa greve política de gente vagabunda, parasita e inútil, cambada de pilantras e é aí que o governo tem que fazer a reforma mesmo, se não quiser ver este país falir de vez!

    Celso Jorge Aguiar Amaro / Responder
    • O Pais quebra?O País já está quebrado, está no fundo da fossa.Mesmo assim acho que não é necessário colocar o brasileiro para se aposentar após os 65 anos, O brasileiro começa a trabalhar com 16 anos, na França só apos se formar na Universidade que gira em torno de 23 a 25 anos. Tem 5 trabalhadores brasileiros pagando para cada aposentado, na França é 2 Trabalhando para manter 1 aposentado.No Brasil colocaram milhares de pessoas que nunca contribuiram com 1 centavo e outros que só contribuiram com 15 anos na Previdencia, está errado, deveria ser colocado no LOAS e ter uma parte do orcamento separado.

      • Você não tem que achar nada, realmente não dá para continuar tudo como está ou tomar medidas de improvisos, tem que fazer a reforma de forma mais dura sim porque as contas já não fecham e não fecharão no futuro, os prejuízos aumentam cada vez mais e se o governo for molenga como sempre, este país irá ruir. Mas eu vejo que não adianta, aqui muita gente burra acha que existe dinheiro infinito e esses políticos e sindicalistas do inferno vão arrebentar com tudo com esse populismo porco deles e aqueles que puderem sair do país, saiam, pois não tem mais jeito.

        Celso Jorge Aguiar Amaro / (em resposta a Felix) Responder
        • Concordo em parte com seu comentário, só que se colocar a Previdência com esse sacrificio para todos que pagam e melhorar um pouco o caixa, os politicos brasileiros acharão um novo pacote de bondades para enfiar na conta da previdência.Paguei 41,5 anos de Previdência e ainda não consegui pegar o teto devido o fator do FHC, dava para ser incluido na formula 85/95 poisba soma de minha idade com o tempo de contribuição dava 99 anos, só que CUT e PT não aprovaram a formula de 2003 à 2015nesse período muita gente foi incerida sem contribuir com 30 anos mulher ou 35 anos homem, além de terem quebrado todos os Fundos de Pensão e como vc ainda quer que alguém possa acreditar nessa gente?

          • Lembrando que na reforma do Lula apenas os Funcionários Público s foram penalizados com idade minima de 60 anos homem e 55 mulher para entrar em inatividade, depois veio um alívio pequeno. Alguns desinformados que são regidos pela CLT escreveram algumas asneiras nesse espaço.

            Roberto / (em resposta a Felix)
          • Lembrando que na reforma do Lula apenas os Funcionários Público s foram penalizados com idade minima de 60 anos homem e 55 mulher para entrar em inatividade, depois veio um alívio pequeno. Alguns desinformados que são regidos pela CLT escreveram algumas asneiras nesse espaço.

            Roberto / (em resposta a Felix)
        • Vão para os EUA e para o Oriente Médio.

  13. Onde ta um cara com o nome, amigo do jurandir kkkkkkkkkkkkk

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta para gustavo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*