Justiça manda Metrô ter efetivo total em horário de pico

A Justiça determinou, em decisão liminar, que os metroviários terão que manter o efetivo de 100% de seus funcionários no horário de pico e 70% nos demais horários nesta quarta, 15. Os metroviários preveem parar o dia todo.

 

O Tribunal Regional do Trabalho estabeleceu multa de R$ 100 mil para o Sindicato dos Metroviários em caso de descumprimento. Segundo o Metrô, se faltarem, os funcionários terão descontos nos salários.

 

A Justiça também concedeu liminar a favor da Prefeitura de São Paulo que determina que seja mantida a frota de ônibus na capital nesta quarta, 15 O sindicato diz que dificilmente vai acatar a decisão e que deve parar  às 0h até às 8h.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

1 Comentários deste post

  1. A Justiça tem que ser dura nesse caso, pois tem sido leniente em todos os outros e não dá para aceitar, que puna severamente esses sindicatos e os líderes sindicalistas deveriam pagarem caríssimo por isso com confiscos de bens móveis e imóveis, além de um bom tempo na cadeia por desobediência!

    Celso Jorge Aguiar Amaro / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*