Governo de SP pede remanejamento de R$ 200 milhões para a Linha 5

O governo de São Paulo solicitou ao BNDES um remanejamento de uma linha de crédito que estava aprovada para a linha 6 – Laranja para a finalização das obras da linha 5 – Lilás, ambas do Metrô, no valor de R$ 200 milhões. Ainda está pendente de autorização do banco. A linha 5 está em obras e conectará as estações Adolfo Pinheiro até Chacará Klabin. O governador Geraldo Alckmin prometeu entregar todas as estações desta linha ainda este ano, com exceção da estação Campo Belo que fica para 2018.

 

A linha 6 – laranja está com as obras paradas desde o ano passado pelo Consórcio Move SP por dificuldades financeiras. O consórcio é responsável pela construção do ramal, operação e manutenção. Já o Governo do Estado é responsável pelas desapropriações. A gestão Alckmin deu um prazo de até 15 de junho deste ano para que o consórcio resolva seus problemas e retome as obras.

 

O pedido de remanejamento saiu no Diário Oficial do Estado de São paulo nesta quarta-feira, 8 conforme abaixo:

Conforme publicação no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 8,  o Governo de São Paulo solicitou ao BNDES – Banco Nacional do Desenvolvimento – a transferência de R$ 200 milhões, destinados à construção da Linha 6-Laranja para serem utilizados no prolongamento da Linha 5-Lilás (Trecho Largo Treze – Chácara Klabin). O remanejamento dos recursos mencionados tem como objetivo garantir a conclusão do projeto ainda neste ano, considerando o adiantado estágio das obras.

Conhecida como a “Linha da Saúde”, a Linha 5 proporcionará o acesso a importantes complexos hospitalares em seus 20 quilômetros de extensão e 17 estações, do Capão Redondo até a Chácara Klabin, beneficiando quase 800 mil passageiros por dia. A primeira estação, a Adolfo Pinheiro, foi aberta ao público em agosto de 2014. As estações Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin devem ficar prontas em julho de 2017. Já as estações Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin estão previstas para dezembro de 2017. Somente a estação Campo Belo, no meio da linha, ficará para 2018.

 As obras da Linha 6 – Laranja tiveram início em janeiro de 2015 e, em 2 de setembro de 2016, por decisão unilateral, a Concessionária Move São Paulo, encarregada da implantação, informou a paralisação integral das obras civis, alegando dificuldades na obtenção de seu financiamento de longo prazo junto ao BNDES. Mesmo se tratando de uma responsabilidade exclusiva do parceiro privado, definida pelo contrato de concessão, o Governo do Estado colabora junto ao BNDES para que a questão possa ser solucionada. Na expectativa pela continuidade do projeto, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos estendeu o prazo até 15 de junho de 2017, para que a Concessionária resolva o problema da financiabilidade do empreendimento. Não há pendências do Governo do Estado junto a Concessionária que impeçam a retomada das obras.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

11 Comentários deste post

  1. Agora mais dez anos. pra entregar algo.

    Rodrigo Santos / Responder
  2. Com a entrega das novas estações. Centenas de milhares de pessoas serão beneficiadas. Terão viagens mais rápidas e confortáveis. Vale destacar que São Paulo financia praticamente sonzinho a expansão de sua malha metroferroviária. Enquanto no mundo inteiro e nos outros estados, a União é quem custeia essas obras. Manter essas obras sem apoio federal e em plena crise econômica, sem quebrar o Estado, é realmente um grande feito.

    Welbi Maia Brito / Responder
  3. Foi uma grande idéia, vai agilizar uma linha que está perto para ser inaugurada, não atrapalhará a que está esperando até julho para que a responsavel pela contração decida se continuará.

    Felix / Responder
  4. Sim, vai agilizar horrores, agora inaugura em 2089, não mais em 2090

    Gapre / Responder
  5. Essa estação vai ser inaugurada em julho?

    Felix / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*