Doria diz que intervalos de ônibus devem ser de no máximo 15 minutos

O prefeito de São Paulo, João Doria, pegou um ônibus no Terminal Sapopemba nesta segunda, 13, às 6h30 em direção ao Centro. A linha escolhida foi a 5143/10 Terminal Sapopemba – Parque D. Pedro, uma das linhas mais movimentadas da capital, e também ouviu críticas quanto ao intervalo entre as partidas. Ele disse que pretende conversar com as operadoras para que o intervalo seja de até 15 minutos e não de 30 a 35 minutos, segundo Doria.

 

“Não acho razoável as pessoas esperaram meia hora no ponto de ônibus. As pessoas são trabalhadoras. Não podem chegar atrasadas no seu trabalho. Também não faz sentido que tenham que acordar meia hora mais cedo em função de uma deficiência nas linhas de ônibus”, disse.

 

Doria criticou a limpeza dos coletivos e afirmou que pediu ao secretário de Transportes, Sérgio Avelleda, para que marque uma reunião com as empresas de ônibus solicitando uma melhora na limpeza em até 48 horas.

 

O prefeito chegou ao Terminal D. Pedro às 7h31.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

42 Comentários deste post

  1. Finalmente um prefeito que apontou isso: ônibus em São Paulo demora demais! Tomara que ele se sensibilize e faça com que TODAS as linhas de ônibus tenham, no máximo, esse intervalo de 15 minutos todos os dias, inclusive aos domingos, o pior dia de todos. A rede noturna chega a ter melhor pontualidade e frequência do que as diurnas. Enfim, vamos ver se o Dória vai ficar só no discurso ou vai resolver essa questão até o fim do mandato (se é que ele vá cumprir).

    Gapre / Responder
  2. Sim, exatamente Doria. Aliás, não só chegar ao trabalho mas como também economizar tempo nos passeios, não é mesmo!? Afinal a cidade é feita de todos. Se melhorar a frequência dos ônibus já será uma grande evolução. Esperando ansiosamente que a licitação saia e não fique para o próximo mandato (de novo)

    Sobre a limpeza, acho mais complexo, claro que a limpeza pode ser melhorada e isso será bom, mas isso parte da educação do povo, são alguns passos mais pra trás, não é somente agir no final, mas sim a partir da educação social do cidadão.

    O.Juliano / Responder
    • Frequência dos ônibus sempre foi um problema sério em São Paulo. O Rio de Janeiro mesmo tem ônibus com frequência muito maior do que em SP, mesmo aos domingos. Já que metrô em SP ainda tem uma rede muito pífia em comparação ao tamanho da cidade, os ônibus devem urgentemente ter intervalos menores. Vamos ver se o prefeito sairá do discurso e do marketing e irá pra prática.

      Gapre / (em resposta a O.Juliano) Responder
  3. Conversar somente não adianta nada, vias como Radial Leste depende exclusivamente do trânsito, precisa e de um corredor BRT decente, isso que vai me fazer acreditar que isso melhore somente.

    Rodrigo Santos / Responder
    • Corredor é muito importante, mas aumentar a quantidade de ônibus nas linhas é essencial. SP, em geral, tem poucos ônibus nas linhas, especialmente aos domingos.

      Gapre / (em resposta a Rodrigo Santos) Responder
      • Gapre a Radial Leste desde o Metro Artur Alvim ate a Pena, e somente uma faixa pra ônibus, e outra pra carro, em certos horários ou algum acidente para tudo, já passei por isso várias vezes, por isso que ali o salvamento e um corredor BRT, enquanto isso não mudar, continuará um gargalo a via.

        • Sim, com certeza. BRT é fundamental, assim como aumentar a quantidade de ônibus. Quero só ver se o Dória vai largar aquele papo carrocrata dele e priorizar os corredores e faixas exclusivas como o Haddad tava fazendo. O prefeito já tava querendo retirar faixas exclusivas importantes como a da Giovani Gronchi. Quem sabe ele sentindo na pele o drama de quem anda de busão em SP não o faça mudar de ideia???

          Gapre / (em resposta a Rodrigo Santos) Responder
          • Mas pelo que eu entendi ele não falou especificamente sobre aumentar a frota, até porque na licitação está sendo proposta a redução de frota mas com aumento de frequência, ou seja, isso não é lá tão inovador mas tem que por na prática, coisa que a gestão passada não conseguiu.

            O.Juliano / (em resposta a Gapre)
          • Verdade, O.Juliano. Inclusive eu me lembro dessa polêmica quando o Haddad lançou o edital da licitação. A ideia era fazer algumas linhas mais curtas ligando os bairros a algum sistema troncal, tipo metrô ou corredor de ônibus. Nos corredores, ficariam poucas linhas, pois todas as redundantes seriam eliminadas, mas a frequência das linhas que ficassem seria bastante elevada. Na prática, o que me deu a entender daquele edital é que diminuiriam a frota, diminuiriam a quantidade de linhas´e o tamanho das linhas de bairro, mas aumentaria a frequência dos ônibus e as baldeações. Enfim, vamos ver se o Dória vai seguir com essa linha de pensamento, ela me parece mais coerente mesmo. E que faça mais corredores, né?

            Gapre / (em resposta a Gapre)
          • Isso mesmo Gapre!

            Se o próprio Dorai já reclamou de um fato, que é bem conhecido pra gente, seria lógico que ele seguisse essa linha de diminuir frota/linhas mas aumentar a frequência, como você explicou, algo que está proposto na licitação, até mesmo porque ano que vem a passagem deve aumentar e as empresas continuarão reclamando falando que não é possível comprar novos ônibus recebendo valores como os atuais da prefeitura. Vamos esperar as próximas ações do Doria pra saber se vai sair mesmo do discurso e torcer para que realmente vire realidade.

            O.Juliano / (em resposta a Gapre)
  4. Um bom ponto de partida, é a rede noturna que sai exatamente a cada 15 minutos. Por inúmeras vezes precisei utilizá-la e foi bastante pontual. Claro que não ter trânsito ajuda consideravelmente, mas vias totalmente segregadas fazem a maior parte do trabalho.

    Jose Rocha / Responder
    • Sim. A nova licitação que o Haddad estava fazendo iria ser nos mesmos moldes do sistema noturno, que, embora não muito abrangente, ficou muito bom. Espero que o Dória não fique só no discurso e no marketing e siga nessa mesma filosofia, só assim os ônibus poderão melhorar a frequência, que anda absurda de ruim. Ainda é muito cedo pra elogiar o Dória, pois ele também já teve atitudes muito ruins nesse começo de gestão, mas reconhecer formalmente que os ônibus demoram, por mais que possa ser apenas um discurso apenas para falar o que querem ouvir, ao menos já é um começo.

      Gapre / (em resposta a Jose Rocha) Responder
    • Não é toda a rede noturna que tem partidas de 15 em 15 minutos, são só as linhas principais (Terminal-Centro-Terminal), que são as linhas que já costumam ter ônibus com intervalos menores. Fora essas, na rede Noturno ainda há as linhas com intervalos de 20 e 30 minutos, normalmente Terminal-Bairro-Terminal. No meu caso que moro na região periférica, se eu quiser ir ao centro na madrugada, posso ter que esperar de 30 a 40 minutos para o ônibus passar, algo que não ocorre na semana (normalmente no máximo 15 a 25 minutos) Acho que a rede Noturno é um modelo mais novo já nos moldes da nova licitação (números das linhas, trajetos e até mesmo pontualidade) mas a frequência acaba tendo ajuda devido aos ônibus rodarem na madrugada sem congestionamento.

      O.Juliano / (em resposta a Jose Rocha) Responder
  5. Ele falou que no maximo, vão acaba tomando como padrão os 15 minutos que em boa parte das linhas e muito tempo, tem linhas que 5 minutos já e muito e tem linha que 15 minutos até que é tolerável, não podemos generalizar.

    Pedro / Responder
    • 15 minutos devem ser praquelas linhas menos demandadas que circulam dentro de uns bairros específicos. Pras linhas maiores, 5 minutos deve ser o intervalo máximo, inclusive aos domingos.

      Gapre / (em resposta a Pedro) Responder
  6. Quero só ver se isso vai significar mudanças. Pois falar é fácil.

    Anonimato / Responder
  7. como já disseram por aqui é otimo discutir a frequência mínima, mas de qualquer forma a retirada da priorização do transporte público retirando faixas exclusivas acabar só dando regularidade na saída dos ônibus mas os mesmos poderão ficar todos enfileirados como ficam por exemplo na Av morumbi. lá caminhando ao lado deles a no máximo 5 km/H vc passa pelo ônibus das 8:00, das 8:15, das 8:30… todos travados sem faixa exclusiva.

    Alexandre i / Responder
    • Exatamente, o Dória se contradiz ao falar que quer frequência máxima de 15 minutos pros ônibus mas não toma medidas que priorizem o transporte coletivo. Tukano sendo tukano, nunca priorizando o transporte público,nada mais além disso.

      Gapre / (em resposta a Alexandre i) Responder
    • Isso é readequação de linhas. Até hoje prometem o sistema bairro-estrutura, mas vivem depois alegando que “a população não gosta de baldear” :\

      Anonimato / (em resposta a Alexandre i) Responder
      • Eu mesmo nao ligo, até prefiro “baldear” pra n ficar parado ou espremido como sardinha.

        Alexandre I / (em resposta a Anonimato) Responder
        • Eu também, acho que a gente acostuma se o serviço for eficiente.

          O.Juliano / (em resposta a Alexandre I) Responder
          • Os serviços de Cade o Onibus ou Movit já dão alguma previsão, o que falta é os ajustes serem feitos e punição para atrasos de partidas injustificaveis e tambem rever equipamentos. Onibus de corredores de onibus são previsiveis e eficientes, onibus de bairro é que complica mais.

            Alexandre I / (em resposta a O.Juliano)
          • Alexandre, sim! Particularmente, prefiro o app Citymapper, por conta das funcionalidades mais personalizáveis e melhores do que o “Cadê o Meu Ônibus?” mas eu uso esse último também para algumas consultas rápidas.

            E realmente precisa de mais monitoramento nas partidas dos ônibus e seus equipamentos. Quando surgiu tudo funcionava muito bem, com o passar do tempo foi piorando, piorando até mal funcionar em alguns dias.

            O.Juliano / (em resposta a O.Juliano)
          • Legal, não conhecia o app, instalei pra testar de cara gostei das funcionalidades. Valeu a dica.

            Alexandre I / (em resposta a O.Juliano)
          • Que bom Alexandre I! Espero que o app possa ser útil pra vc também! Inclusive, dá pra acessar pela web também, se se cadastrar ele guarda suas configurações para você acessar de qualquer lugar. Abraços

            O.Juliano / (em resposta a O.Juliano)
  8. a linha noturna da minha casa é Bairro-terminal e os intervalos dela é de 20 minutos, todas as vezes q eu utilizei ,apesar dos ônibus serem bem antigos(mas disso nem se deve reclamar muito , ós ônibus são bons), se mostraram eficiente.
    é oq eu digo no quesito transporte eu achei o Haddad um bom prefeito, mas de resto….

    la muerte / Responder
    • O fato é que o Haddad poderia ter feito muito mais pelo transporte sim. Essa licitação onde ele propõe reduzir a frota era uma tentativa dele de aumentar a frequência das linhas sem onerar os empresários. Ele poderia ter tido mais pulso firme e batido mais de frente com os donos de viações, assim como a Marta fazia na prefeitura. O Dória me parece alguém que, se tiver vontade, vai brigar por melhoria no transporte muito mais do que o Haddad. O problema é o partido do prefeito que, sabidamente, não cuida de transporte público e isso deve influenciá-lo.

      Gapre / (em resposta a la muerte) Responder
  9. Quinze minuto para determinadas Linhas e horários de pico, é muito.Só se considerarem como média do dia.

    Felix / Responder
    • Em SP os ônibus SEMPRE demoraram mais do que isso, principalmente aos domingos. Nunca reparou? Ah, esqueci, vc não pega ônibus

      Gapre / (em resposta a Felix) Responder
    • Não é média, seria o tempo máximo tolerado. O ideal claro que seria menos de 15 minutos, mas sendo realista, é impossível manter esse padrão nos moldes de transporte público HOJE em SP. Somente com implantação de BRT de verdade, mais corredores e faixas exclusivas de verdade para o ônibus.

      O.Juliano / (em resposta a Felix) Responder
  10. 15 minutos de intervalo ainda é muito tempo!

    Ederson Casemiro da Silva / Responder
  11. Eu sempre achei que era melhor nem existir linhas com intervalos maiores do que 15 minutos como existem, em especial aos fins de semana pela cidade. Além do sentimento de incerteza e às vezes insegurança, o intervalo acima de 15 minutos é realmente deprimente, fora que nem sempre os acompanhamentos via GPS pelos apps são confiáveis.

    Espero que um dia 15 minutos seja o tempo limite em todas as linhas e em todos os horários existentes.

    Moises / Responder
    • Moisés é bem provável que esses 15 minutos máximos se apliquei em horário de pico é olhe lá… 15 minutos máximos para horários sem ser de pico me desculpem mas me parece uma utopia.

      Alexandre i / (em resposta a Moises) Responder
  12. corredores brt é a solução, eu passo pelo corredor leste itaquera e até agora nada, de estar pronto alias ja esta uma parte mas não é usada, o povo de sapopemba usa mais a linha 5110 que é a do mercado até são mateus. que ali também tem que ter um corredor,central

    wagner / Responder

Deixe uma resposta para Felix Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*