Alckmin diz que problemas na CPTM é só 3,5% de toda a malha

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, minimizou nesta sexta-feira, 17, a reportagem da TV Globo mostrando que todas as linhas da CPTM possuem problemas e faz com que a velocidade dos trens, em alguns trechos, caia drasticamente (Relembre aqui). Segundo ele, só há problemas em 3,5% de toda a malha da CPTM.

 

“Você tem 3,5% da ferrovia com problema, com manutenção, que é periódica, permanente. Mas não enxerga que a CPTM transporta três milhões de passageiros por dia. E o Metrô, cinco milhões de passageiro/dia. Se ficar procurando agulha em palheiro, você vai sempre achar para criticar”, justificou.

 

Ainda de acordo com Alckmin, ficar focando em problemas no transporte público ao invés de inaltecê-lo, é um desestímulo para quem está trabalhando na CPTM.

 

Segundo o governador, São Paulo é o único estado brasileiro que investe no sistema metroferroviário. “É um exemplo. Questões pontuais permanentemente nós estamos avançando”, concluiu.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

19 Comentários deste post

  1. Senhor Governador, são 3,5% de problemas que faz com que a velocidade seja reduzida até 77%, com isso são as 3 milhões de pessoas que são prejudicadas diariamente de alguma forma, ficar olhando os problemas não é apenas pessimismo mas sim a busca pela correção dos defeitos e melhoria constante. Se o senhor prefere focar apenas nas coisas boas e colocar os problemas de baixo do tapete, quem paga o pato são justamente os três que pegam CPTM e as cinco milhões do Metrô. Que bom que ele próprio se pronunciou, assim podemos ter uma noção mais clara do nível baixo de inteligência que governa o Estado de SP com esse velho discurso achando que é o salvador da pátria sendo que na verdade é o contrário. Vamos ver o que sai do Alckmin na Lava Jato…

    O.Juliano / Responder
    • Não adianta, O.Juliano. A condescendência do povo com o PSDB ainda é muito grande, mesmo com a verdade escancarada na cara de quem os idolatra. Dificilmente as coisas vão melhorar, o Alckmin não precisa se esforçar em nada pra angariar votos em SP, ele já virou uma espécie de folclore, um “padre Cícero” no Estado. E a lava-jato vai blindá-lo, ele não é o alvo nessa operação.

      Gapre / (em resposta a O.Juliano) Responder
      • Aqui o PT não entra, se é isso o que você deseja e isso não quer dizer que eu aprove essa porcaria de governo do PSDB, mas com o PT seria muito pior, pois foi esse maldito partido terrorista que afundou o país.

        Celso Jorge Aguiar Amaro / (em resposta a Gapre) Responder
  2. Gapre, em off desse tópico, te respondi naquela outra notícia: http://viatrolebus.com.br/2017/03/governo-de-sp-estuda-privatizar-linha-2-verde/

    O.Juliano / Responder
  3. Entre a reportagem da grobo e a informação do Governador, eu fico com a informação do Governador.

    Felix / Responder
  4. Conheço area operacional como poucos, problemas há em todos os lugares, na iniciativa privada e nas Estatais, os técnicos trabalham diariamente e incansavelmente para inibir, reduzir e resolver os problemas.Aponta-los e critica-los é fácil , será que na globo não tem problemas operacionais no dia a dia da emissora?

    Felix / Responder
    • O papel da Globo, por mais manipuladora que ela possa ser (ou querer ser) é de informar, denunciar, expor como qualquer rede de comunicação e não de ficar jogando confete. Quando ela fica jogando confete, pra mim, é na verdade onde mora o problema. O papel do Governo é buscar a eficiência 100%, não importa se é 90% ou 1% ruim, se está ruim tem que ser corrigido, é pra isso que as pessoas são eleitas. Pior ainda quando o governador vem a público e finge que o que está acontecendo é normal, pois conseguimos ver com olhos do mais leigo do mundo que o que está acontecendo atualmente não é nada normal. Antes ele reconhecesse como o Doria disse sobre os ônibus de SP, que demoram demais e que a qualidade está baixa e tentará resolver do que fingir que isso é normal.

      O.Juliano / (em resposta a Felix) Responder
    • Felix, se vc conhece a área operacional sabe o quanto é difícil chamar a atenção aos problemas da área, pois os investimentos na melhoria da operação geram muito pouco capital político. É muito melhor que a imprensa relate esses problemas porque serve de argumento pra quem tá lutando pra melhorar o sistema.

      rafael oliveira / (em resposta a Felix) Responder
  5. A CPTM quando foi assumida pelo Governo de SP do Governo Federal era uma verdadeira sucata. Os trens enferrujados, andavam de portas abertas, janelas quebradas, furos no piso, etc. Nesses anos estações foram reformadas e outras novas foram feitas, trens novos, o sistema está sendo modernizado. A CPTM se integrou gratuitamente com o Metrô e número de passageiros se multiplicou. Se ainda não está perfeito, avançou muito do que era há 20 anos.

    Welbi Maia Brito / Responder
    • Hoje os trens descarrilam, sofrem arrastões e andam até 77% mais lentos do que poderiam. Foi mesmo uma eolução irretocável.

      O.Juliano / (em resposta a Welbi Maia Brito) Responder
      • Não por mal, mas isso já tá virando exagero, tal como a situação no “Carne Fraca”. Tal como não é todo o trem que tem problema, não é toda carne que tem papelão.

        Evolução técnica existe, atualização de frota houve, e por um bom tempo até que as linhas eram razoavelmente seguras.

        Infelizmente hoje que a situação piorou, mas não pode se negar que houve melhorias anteriores. O que tem que se criticar é que hoje a qualidade que vinha aumentando e melhorando diminuiu.

        Claro que é culpa da má gestão neste caso.

        Anonimato / (em resposta a O.Juliano) Responder
        • Sim, concordo. Meu comentário foi mais irônico do que jornalístico mesmo. Apenas usei o extremismo inverso do Sr. Welbi Maia Brito, que diz que tudo melhorou como se a curva da evolução da CPTM apenas estivesse subindo, mas não é o que vemos atualmente.

          Houve sim uma grande melhora ao longo de muitos anos, porém nos últimos anos essa curva está caindo de maneira ilógica, por mais lenta que seja a melhoria, esta não deveria cessar para começar uma degradação como estamos vendo hoje.

          Como um pós-auge, nitida e oficialmente estamos vendo os investimos na CPTM (e no Metrô) diminuírem de forma irresponsável: na manutenção.

          O.Juliano / (em resposta a Anonimato) Responder
  6. Me senti revoltado com essa resposta do governador. Quantos anos de estresse já não passei com os trechos de lentidão da CPTM, quantas pessoas já não vi desmaiarem com o desconforto provocado pela lentidão na super lotação. A resposta do governador foi digna de um canalha, nunca mais eu voto nele.

    Moises / Responder
  7. Isso que não esta contando os maquinários abandonados enferrujando, que seriam utilizados no CBTC da CPTM e Metro, triste, o povo nunca vai aprender mesmo, tomam na cara, vivem na merda e dão risada de si mesmas, e igual o caso da carne, sabem que a exportação e muito grande, e insistem em fazer merda, e deu no que deu.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta para O.Juliano Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*