Metrô Rio e SuperVia operam 24 horas por todo o Carnaval

Os trens do Metrô Rio e da SuperVia operarão por 24 horas ininterruptas do dia 25, sábado, ao dia 28, terça.

A SuperVia informou que colocará trens extras para os dias no dia 25, por causa do desfile do Cordão da Bola Preta, e no dia 4 de março, devido ao desfile do Bloco das Poderosas

O VLT operará todos os dias das 6h à meia-noite com momentos de interrupção quando houver blocos.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

7 Comentários deste post

  1. São Paulo e Rio de Janeiro deveriam ter metrô 24h, mesmo que não fosse com a mesma frequência, mas acho que deveriam ter.

    O.Juliano /
    • Não concordo muito não, O. Juliano. Metrô precisa de manutenção diária nas linhas e o período da madrugada é o ideal pra isso. Só se houvesse uma linha paralela que pudesse usar enquanto a outra está sofrendo manutenção, como em Nova York por exemplo. De todo modo, de madrugada dificilmente há congestionamentos, então o metrô acaba não sendo tão indispensável assim nesse período.

      O que deve ser feito, na minha opinião, pra solucionar o problema da madrugada é que todas as linhas de ônibus passem a operar 24 horas por dia. Em SP o Haddad fez um excelente trabalho criando a rede noturna, cuja frequência dos ônibus é melhor do que a dos ônibus diurnos, pasme vc, principalmente se compararmos os domingos. Mas eu ainda acho pouco. O ideal é que essas cidades tivessem todas as suas linhas funcionando 24 horas. O trânsito nesse período é praticamente zero, então ônibus atende perfeitamente a todas as regiões.

      • Concordo plenamente, Gapre. Mas acho bem difícil isso acontecer pois é muito “Adicional Noturno” pra pagar.

        Raphael Freire Zanardo / (em resposta a Gapre)
      • Concordo com o Gapre. Para que o metrô de São Paulo e Rio de Janeiro (pode enquadrar a de outras cidades como Salvador) funcionasse 24h, deveria ter uma linha paralela. Para isso o custo é muito alto. É uma opção dessas cidades e não digo que é errado pois de madrugada é ideal para as devidas manutenções.

      • Concorfo em partes, Gapre. Realmente ter metrô por toda a madrugada talvez seja caro para pouca demanda atual, mas não acho que seria dispensável, se fosse possível. A questão da manutenção seria uma adequação, assim como vc disse, Nova Iorque possui linha noturna e a manutenção ainda ocorre.

        O metrô, diferentemente do ônibus traz mais segurança ao usuário, ao invés de esperar no ponto, aguarda dentro de uma estação. Exceto os terminais que são movimentados, os pontos a noite nem sempre são.

        À frequência do ônibus noturno deixa muito a desejar, na minha opinião. Ainda tem um intervalo demorado entre um e outro. Claro que os ônibus que rodam no centro tem maior frequência (15 a 20), mas os que vão terminal-bairro tem freqüência de 30 em 30. Como não são muitas linhas, não há tantas opções como há no dia. Dependendo do lugar q estiver, se um ônibus acabou de passar, vai ser necessario aguardar 30 minutos para o próximo. Diferente dos regulares que se perder, há maior possibilidade de passar outro que pelo menos te leve a um outro ponto com mais opções.

        Mas entendi seu ponto. Não há demanda atualmente para metrô na madrugada, o mais eficiente a se fazer neste momento é melhorar o sistema de ônibus noturnos. Concordo com vc nisso.

        O.Juliano / (em resposta a Gapre)
        • Sim, com certeza, essa questão da segurança é primordial.Esse também pode ser um empecilho pra aumentar a rede da madrugada dos ônibus. Daí a segurança pública também deveria ser ampliada à noite, principalmente nas proximidades dos pontos de ônibus. Obviamente seria muito melhor se pudesse ter metrô 24 horas, mas pelas questões de manutenção das linhas seria impossível mesmo neste momento.

Deixe uma resposta