Metrô amplia prazo das obras da Linha 6-Laranja

O Governo de São Paulo estendeu o prazo para a concessionária Move São Paulo retomar as obras da Linha 6-Laranja do Metrô [Brasilândia – São Joaquim], até junho de 2017.

As construções estão paradas há cinco meses, após o consórcio não conseguir financiamento de longo prazo no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES.

O grupo responsável pela obra e operação da linha é formado pelas as empresas Odebrecht, Queiroz Galvão e UTC Engenharia, todas envolvidas na operação Lava Jato, da Polícia Federal. Na época, o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, disse que não descartava a rescisão do contrato com a futura operadora.

“A suspensão das atividades se deveu a fatores combinados e alheios ao domínio da Concessionária, como: a deterioração da economia, os atrasos na liberação de áreas públicas por parte do Poder Concedente e mudanças nas exigências do BNDES”, disse em nota o Consórcio.

O Consórcio diz ainda que busca fontes de financiamento para retomada das obras, e diz que “aguarda manifestação do governo do Estado de São Paulo sobre o pedido de reequilíbrio da Parceria Público Privada de implantação da Linha 6-Laranja de metrô”.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

12 Comentários deste post

  1. Novidade? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Rodrigo Santos / Responder
  2. Estas são as palavras de ordem deste governo prorrogações e paralisações,

    Pedro / Responder
  3. É uma palhaçada descarada…porque o Governo já não licita novamente com empresas sérias capazes de tocar o projeto….temos unúmeras PPP de sucesso no Pais em funcionamento…mas gostam do que gasta dinheiro do povo.

    Brunno / Responder
  4. Sério? rsrsrsrs

    Alex / Responder
  5. Esquenta não Brunno, pois 2018 está chegando e as pessoas que não tem formação política aqui em SP vão ainda votar nesse Geraldo.

    Joel / Responder
    • Na verdade vão votar em quem o Alckmin indicar porque o santo não pode mais se candidatar a governador de novo e eu to achando que o poste dele vai ser o Dória. Vamos ver, marketing o cara já tá fazendo. Não duvido nada que o gestor abandone a prefeitura no meio do mandato ambicionando galgar cargos maiores, isso é típico de tukanos, vide Serra.

      Gapre / (em resposta a Joel) Responder
  6. São Paulo entrando nos trilhos – SQN

    tiago / Responder
  7. Senhores vejam quem são as construtoras, esses nomes lhes parecem familiar?

    Juarez Costa / Responder
  8. Parabéns, é São Paulo aumentando os prazos dos trilhos novamente.

    O.Juliano / Responder
  9. eu acho essas parceiras de PPP uma furada, tudo q tem o estado envolvido vai dar merda, faz tudo pra parceria privada, ela q financie a obra( e não bndes) e colha 100% dos lucros, dane-se q elas vão ficar mais ricas, quero obra pronta.

    la muerte / Responder
  10. nao vai sair nunca…infelizmente…estas contrutoras quebraram

    fabiana / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*