Crivella discorda de ideia de privatizar a Linha Vermelha

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse nesta quarta, 22, que discorda da ideia de seu vice, Fernando MacDowell, de conceder a linha Vermelha a iniciativa privada e começar a cobrar pedágio, nos moldes de como é a Linha Amarela hoje.

“Não foi discutido ainda comigo. É um estudo que está sendo feito na Secretaria de Transportes e depois vão trazer para mim. Eu sei que há uma crise fiscal enorme no município. Agora, o que a gente precisa fazer é compatibilizar capacidade contributiva com as alíquotas. Há muitas isenções, sobretudo no IPTU. Eu acho que isso é prioritário para nós fazermos com que haja uma compatibilidade no emprego de despesa e receita. Acho difícil me convencerem de colocar pedágio na cidade”, afirmou Crivella.

De acodo com seu vice, a manutenção da via é elevada demais para os cofres municipais. “Nós temos que ter recursos para atender a educação e as pessoas, na saúde, hospitais e etc… se a gente ficar gastando muito dinheiro nisso, prejudica. Então, é o que eu fiz lá atrás na época, eu fiz a (Linha) Amarela, na época, para que o governo pudesse investir no social”, disse o vice-prefeito.

Crivella ainda comentou sobre as obras da Transbrasil que, devido ao custo da obra, estuda a implantação de uma linha de VLT, em vez dos ônibus BRT.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

4 Comentários deste post

  1. Por enquanto está preto no branco, um joga pra cá e outro pra la e ainda não fizeram nada.

    Thiago / Responder
  2. Acho absurdo pedágio dentro de um município. Em estradas e avenidas intermunicipais vá lá, mas dentro da mesma cidade não concordo. Ainda bem que a ideia de cobrar pedágio nas Marginais em SP (ainda) não vingou.

    Gapre / Responder
  3. Gostei da idéia de implantar o VLT na Av Brasil.mais ai vão refazer alguns trechos que foram feitos para o BRT e vai ter mais transtorno para os motoristas,mais se continuar o BRT a obra termina ainda esse ano ,agora se for implantar o VLT é melhor porém vamos ter que esperar mais uns 4 anos de obras e desfazer o que foi feito para o BRT.milhões jogados no lixo. e esperar para ver.vergonha

    marcelooliveira / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*