Passagem no Rio só sobe com ar condicionado em 100% da frota

A tarifa de ônibus no Rio de Janeiro só sofrerá reajuste após as operadores cumprirem contrato de climatização em 100% da frota. Quem diz isso é o novo secretário dos transportes e vice-prefeito, Fernando Mac Dowell, em entrevista a TV Globo.

“Eles [donos de empresas de ônibus] têm que cumprir o contrato. Estão pedindo aumento de tarifa. Não vou deixar, em hipótese nenhuma, enquanto não resolverem o problema do ar-condicionado … Não adianta ficar aumentando a tarifa porque a demanda cai. E cai a receita deles também”, afirmou Mac Dowell.

A prefeitura do Rio já havia perdido na justiça algumas vezes sobre a suspensão de cumprimento de troca da frota. O Ministério Público fixou cronograma de instalação dos equipamentos, sob pena de multa, caso não seja seguido.

 


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

12 Comentários deste post

  1. Que isso se repita no Brasil inteiro. País quente do kct

    Gapre / Responder
  2. Eu era contra o ar condicionado, mudei de ideia, o ar nos dias quentes chega a ser fundamental, tem dia que parece que vamos fritar dentro dos ônibus.

    Pedro / Responder
    • Superlotação numa temperatura de 30 graus já é altamente prejudicial a saude…..imagina nos 40 graus do Rio? Idosos e pessoas com baixa pressão passam mal….

      O ar condicionado não é luxo, é necessidade.
      Parabéns para o prefeito, tem que forçar a barra com esses donos de empresas que não cumprem contrato. Fazer doer no bolso…não quer melhorar a qualidade do serviço? então vai receber cada vez menos….

      Renato / (em resposta a Pedro) Responder
  3. aí sim tem bom senso

    Alexandre i / Responder
    • e o que isto tem haver com mobilidade urbana?

      Alexandre i / (em resposta a fabio) Responder
      • simplesmente tudo… ou carro não é a mobilidade mais usada.

        fabio / (em resposta a Alexandre i) Responder
        • Mais de 70% de todos os deslocamentos diarios na cidade é feito A PÉ E DE TRANSPORTE PUBLICO….segundo pesquisas da rede nossa SP, CPTM e metrô, apenas 29% dos deslocamentos é feito por carro/moto.

          Renato / (em resposta a fabio) Responder
        • não tem nada haver com transportes de massa, com o conteúdo do site locomoção via trem, metro, ônibus a pé nem mesmo com um Uber ou táxi. já disse e repito está em um público diferente, não há nenhuma correlação com o que a página trás, coloque esse post no autoesporte, autoentusiastas, quatrorodas.abril.com.br que terá todo o sentido e apoio, não que não seja uma causa boa, é mas não tem sentido nenhum aqui.

          Alexandre i / (em resposta a fabio) Responder
  4. Boa, deveria fazer isso em SP.

    Rodrigo Santos / Responder
  5. Gostei da postura do prefeito do RJ, podia fazer a mesma coisa aqui em SP. Meus Parabéns!

    Amaury / Responder
  6. Acho que deveria ter ar condicionado e plugs para carregamento de celulares e para conexões de de fone de ouvidos para poder ouvir musicas ou reportagens,vai distraindo e informando os passageiros, os fones deveriam ser distribuidos como ocorrem nos aviões.

    Felix / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*