Ministro diz que Congonhas e Santos Dumont podem ser privatizados

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta quarta, 11, que o Governo está avaliando privatizar os aeroportos de Santos Dumont, no Rio de Janeiro, e Congonhas, em São Paulo. Ele disse ainda que há vários projetos sendo estudados para concessão e que os dois aeroporto são alguns deles.

A princípio estes dois aeroportos iriam continuar estatais para poder fazer caixa a Infraero, já que são os mais rentáveis porém há pedidos que incluam eles em próximos pacotes de privatizações e que a Infraero adote um novo modelo de gestão.

Em março haverá a terceira rodada de leilões de aeroportos. Serão entregues a iniciativa privada os terminais de Porto Alegre, Florianópolis, Salvador e Fortaleza.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

11 Comentários deste post

  1. Não entendo como não foram ainda !!!

    Rafael / Responder
  2. Demorô! Privatiza tudo!

    Josh / Responder
  3. Privatizados?
    Deviam ser é DESATIVADOS e concede permissão para construirem outros fora da cidade.
    É um absurdo não desativar estas bombas relógio, vai ter que cair outro avião no meio de SP ou RJ para desativarem estas vergonhas nacionais ?

    fabio / Responder
    • Cara, esses aeroportos são essenciais para os deslocamentos pra SP e Rio. Não dá pra desativá-los sem causar um enorme ônus econômico. Onde vai construir outro? Seria bem longe, o que dificultaria toda a cadeia de negócios da cidade.

      Josh / (em resposta a fabio) Responder
      • Simples, faz um metro até o Rodoanel e coloca o aeroporto lá. []’s
        Seria um projeto parecido com o da “Expo 2020″ que infelizmente não foi para frente.

        fabio / (em resposta a Josh) Responder
        • No outro dia construirão milhares de residências em volta e passarão a reclamar.Isso tem acontecido em todos Aeroportos.Na Europa e nos países desenvolvidos os aeroportos estão em localidades extremamente habitadas.

          Felix / (em resposta a fabio) Responder
    • Primeiro que a cidade cresceu em volta deles é segundo que por incrível que pareça estes são alguns dos únicos aeroportos que funcionam e dão lucro para a Infraero !!!

      Rafael / (em resposta a fabio) Responder
    • O último grande acidente no aeroporto Santos Dumont foi a quase 60 anos. Ou seja, a quase 60 anos centenas de aeronaves comerciais pousam e decolam do aeroporto sem ter vitimado uma única pessoa.
      Já no caso de Congonhas, impossível esquecer os dois grandes acidentes da TAM. No entanto, a participação do aeroporto em si foi mínima para a consumação dos acidentes. Nois dois casos haviam falhas nas aeronaves e no último de 2007 (de acordo com as investigações) as ações do comandante que foram decisivas para o desfecho trágico.
      Logicamente, os dois aeroportos precisam de maior perícia por parte dos pilotos, mas não acredito que sejam bombas-relógio. O máximo que podem ser ao meu ver são “incomodos” pela proximidade da cidade.

      Andre / (em resposta a fabio) Responder
      • Então… Hong Kong desativou um aeroporto no meio da cidade pq aquele sim era uma coisa horrenda! Os aviões tinham que fazer curvas acentuadissimas e obviamente era muito arriscado. E como foi dito acima, Congonhas não é um risco para a cidade. Pois está no mesmo lugar há mais de 80 anos.

        Leandro Costa / (em resposta a Andre) Responder
  4. tem privatizar logo e acabar com a Infraero

    Jurandir / Responder

Deixe uma resposta para Anônimo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*