Linhas da EMTU terão reajuste na passagem

Linhas administradas pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU terão reajuste na tarifa a partir do próximo domingo, 8 de janeiro.

O aumento atingirá as cinco regiões metropolitanas, sendo a de São Paulo, Baixada Santista,  Vale do Paraíba e Litoral Norte, Sorocaba e Campinas. Confira:

Região Metropolitana de São Paulo

Área 1 – Consórcio Intervias

Municípios: Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia
Reajuste médio: 6,65%

Área 2 – Consórcio Anhanguera

Municípios: Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha
Reajuste médio: 6,58%

Área 3 – Consórcio Internorte

Municípios: Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel
Reajuste médio: 7,18%

Área 4 – Consórcio Unileste

Principais municípios: Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano
Reajuste médio: 6,64%

Área de Permissão – municípios do ABC

O percentual médio do reajuste na Área 5 será de 6,10%.
Municípios: Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra;

Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte e Sorocaba

As 160 linhas de ônibus intermunicipais que circulam dentro destas duas regiões terão reajuste de 6,81%.

Região Metropolitana de Campinas

As 146 linhas de ônibus intermunicipais que circulam dentro da Região Metropolitana de Campinas terão reajuste de 7,06%.

Região Metropolitana da Baixada Santista

As 68 linhas de ônibus intermunicipais e do VLT na Região Metropolitana da Baixada Santista terão reajuste médio de 6,52%. O valor da passagem do VLT da Baixada Santista será R$ 4,05.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

3 Comentários deste post

  1. Agora eu queria saber como foi formulado está fórmula de cálculo para se obter o índice deste reajuste, e aonde o índice de eficiencia destes consórcios, pois muitos destes consórcio tem índices com baixa qualidade de serviço !!!

    Rafael / Responder
  2. Vota no PSDBESTA …. sem integração nos metros, aumento de tarifa, falhas constantes nas linhas de trens e metros, décadas para ampliar rede metroviária. Ridículo.

    Valmir / Responder
  3. Péssimos itinerários, caros, longos, insuficientes, demorados…
    Odeio usar ônibus da EMTU. E cada vez mais caro! Aff

    Leandro Costa / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*