Justiça suspende reajuste em integração e tarifa em terminais

O reajuste no valor da integração entre os ônibus de São Paulo e Metrô/CPTM, assim como a cobrança na tarifa de integração nos terminais São Mateus, Piraporinha, Diadema, Campo Limpo e Capão Redondo esta suspenso.

A informação foi dada em primeira mão pelo Diário do Transporte.

O juiz Paulo Furtado de Oliveira Filho, do TJ-SP – Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou a suspensão dos reajustes, e atende ação movida pela bancada do PT na Assembleia Legislativa.

“A discriminação parece ser injusta, pois a medida é mais benéfica a quem reside nas regiões centrais e se utiliza apenas do Metrô, cuja tarifa básica foi mantida, mas revela-se gravosa a quem reside em locais mais distantes e se utiliza de trem e metrô, cuja tarifa integrada foi aumentada acima da inflação”, diz a decisão


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

17 Comentários deste post

  1. Se fodeu Picolé de chuchu….

    Marcelo / Responder
  2. Faz sentido, pois posso falar por mim que moro no centro. Aqui nada mudou, mas para amigos meus que moram longe, ficou mais caro vir trabalhar pra cá..pois muitos pegam onibus + metrô/trem.
    No trampo é a mesma coisa….

    Renato / Responder
  3. Finalmente, era um absurdo o valor da integracao…Aumento de R$0,88 na integracao Onibus+Metro/Trem….
    Pior para que fazia integracao nos terminais, que teriam que desembolsar mais de R$1,00 a mais…

    Eliabe / Responder
  4. E um cara desse quer se candidatar a Presidente ainda….
    Nem o Doria, que eu nao votei, nao faria isso. O Doria da de 1000 a 0 no Geraldo, que nunca fez nada, naaada. Nem quando substituiu o Mario Covas..

    Eliabe / Responder
  5. O mais importante é manter os valores individuais das passagens, usadas pela maioria das pessoas. O congelamento das tarifas da CPTM e Metrô pelo governador Geraldo Alckmin é uma grande ajuda à população nesse momento de crise econômica. A medida beneficiará 85% dos usuários que usam o bilhete unitário, gratuidade e vale-transporte. Apenas 15% usam os bilhetes reajustados, que continuarão com descontos acima de 10%. Principalmente aos trabalhadores mais pobres.

    Welbi Maia Brito / Responder
  6. tem q aumentar as passagens, vai doer, mas é necessário, 4,00 reais já.

    la muerte / Responder
  7. Vamos ver o que isso vai dar, tinha achado um absurdo, se for aumentar, mesmo sem ser justo, que seja somente o valor da passagem.

    Rodrigo Santos / Responder
  8. Os preços ficam represados para lá na frente pularem causando confusão social.

    Leo Cadio / Responder
  9. A liminar é provisória e não deve ser mantida, pois a.decisao definitva será politica. Apenas para causar fato contra o partido e o Gestor. O PT é mestre nesse tipo de coisa. Gostaria de ver a mesma eficácia do Partido na punição de seus integrantes envolvidos em corrupcao. Um erro fatal do Governo Estadual ao não ter majorado todo os tipos de passagem com o mesmo percentual. Os Gestores devem pensar e repensar quando concedem benefícios, mesmo passando um periodo e havendo a comprovação de que aquele benefício por alguma motivo perdeu a sua função, não pode ser mantido por diminuição na arrecadação entre outros.

    Roberto / Responder
  10. A liminar é provisória e não deve ser mantida, pois a.decisao definitva será politica. Apenas para causar fato contra o partido e o Gestor. O PT é mestre nesse tipo de coisa. Gostaria de ver a mesma eficácia do Partido na punição de seus integrantes envolvidos em corrupcao. Um erro fatal do Governo Estadual ao não ter majorado todo os tipos de passagem com o mesmo percentual. Os Gestores devem pensar e repensar quando concedem benefícios, mesmo passando um periodo e havendo a comprovação de que aquele benefício por alguma motivo perdeu a sua função, não pode ser mantido por diminuição na arrecadação entre outros.

    Roberto / Responder
  11. mano a passagem tem que acompanhar o aumento da inflação infelizmente é assim, o estado e a prefeitura nao podem ficar subsidiando tudo….

    Jurandir / Responder

Deixe uma resposta para Renato Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*