Cidade Chinesa vai ganhar 500 novos ônibus elétricos

Tianjin, uma das maiores e mais importantes cidades da China, deve receber nada mais nada menos que um reforço de 500 novos ônibus elétricos, fazendo com que sua frota de veículos menos poluentes chegue a 3.220 veículos, sendo 1346 elétricos. Trata-se de uma parceria entre a operadora Tianjin Bus Group e a fabricante BYD, com sede em Shenzhen.

Junto com a nova frota, foi instalada uma estação de recarga que pode reabastecer baterias de 80 ônibus ao mesmo tempo e 440 ônibus no período de 24 horas.

As medidas são por conta dos altos níveis de poluição constatos na região. Desde 2010, foram implantadas 201 estações de carregamento e 2769 pontos de carga rápida, pensando no transporte coletivo de matriz limpa.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

6 Comentários deste post

  1. Caramba 500, e SP zzzzzzzzzzzzzzz

    Rodrigo Santos / Responder
  2. Lembrando que mais de 80% da energia elétrica da China é gerada a CARVÃO…. parece que vai poluir mais do que se fossem a diesel… fora o que fazer com estas baterias altamente poluentes depois….enganam ecochatos e fazem algum fabricante ficar bilionário…. #PraPensarNaRealidade

    fabio / Responder
  3. ja sabemos a autonomia dos veiculos: 300 – 350 km por dia (desde que sem ar condicionado, com ar condicionado a autonomia sera menor ou bateria vai ter de crescer). Pergunta: quanto tempo demora pra carregar uma bateria dessas??? e qual a autonomia dos onibus atuais frente a quilometragem percorrida por dia? ( isso pra não falar das questões relativas a oque fazer com a bateria qunado ela chegar ao fim de sua vida util, como ja perguntaram acima).
    Outra pergunta: considerando que os onibus são reabastecidos a noite, o sistema elétrico disponivel em média tensão (13,8 kV) é suficiente pra atender a demanda de energia dos carregadores, quando 400, 500 onibus estiverem sendo recarregados por garagem????

    Thiago / Responder
  4. Quando entenderem que o diesel acaba com o pulmão, e prejudica muito a saúde de quem mora em SP, talvez pensem melhor.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta para Thiago Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*