VLT de Cuiabá será retomado parcialmente

Você que acompanha todo o desdobramento da paralisação das obras do projeto de Veículo Leve Sobre Trilhos em Cuiabá a Várzea Grande, parece que agora a conclusão do modal está mais próxima, mas de forma incompleta.

Quem diz isso é o novo secretário de Estado das Cidades (Secid), Wilson Santos, que informou deve terminar o trecho entre o Aeroporto/Porto até o fim da gestão.

“Houve uma decisão muito importante em que o governo deverá cumprir uma orientação do judiciário que nos deu 30 dias uteis para nos entendermos com o consórcio VLT. Nós decidimos cumprir essa orientação e abrimos negociação com o consórcio. A partir desta semana estamos negociando com a retomada das obras”, afirmou Santos.

As construções podem voltar em abril de 2017. Apesar do entrave financeiro, o secretário de Estado das Cidades disse a questão está praticamente equacionada. Segundo ele, o Estado tem à disposição, junto à Caixa, o equivalente a R$ 193 milhões. Há ainda outros R$ 200 milhões reservados pelo Ministério do Planejamento. “E o ministro (das Cidades) Bruno Araújo já garantiu o restante que precisar: R$ 400, R$ 500, R$ 600 milhões, o que precisar”. O Estado tem ainda a capacidade de endividamento em torno de R$ 2 bilhões.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

2 Comentários deste post

  1. Isso e uma vergonha, garanto que a grana desviada, esta na conta de alguém.

    Rodrigo Santos / Responder
  2. Renato, não dá para levantar quanto custou o VLT de Santos e esse de Cuiabá? Acho que o de Cuiabá é menor e mais caro.Legado da Copa.

    Felix / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*