Entidades entregam lista de prioridades a Doria

Mais de 70 organizações não governamentais entregaram propostas para o prefeito eleito de São Paulo, João Doria, entre as quais, temas da mobilidade estão inseridas, como a nova licitação dos transportes, a permanência da redução de velocidades e ampliação da malha cicloviária.

“É uma medida que acompanha uma tendência global. Todas as principais cidades do mundo têm políticas que caminham nesse sentido. E porque? Porque conforme você reduz a velocidade nas vias, você está reduzindo a possibilidade de acidentes e está reduzindo também a incidência de mortes no trânsito. Ou seja, é uma medida a favor da vida”, disse o gestor da Rede Nossa SP, Américo Sampaio.

Entre as associações estão a Cidade a Pé, representando os pedestres, Ciclocidade e Vá de Bike, sendo os ciclistas, a Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), e o Greenpeace.

Confirma alguns pontos da proposta:

– Realizar o processo de concessão dos transportes sobre pneus em 2017, garantindo transparência a ampla participação da sociedade no processo, atendendo requisitos de qualidade, modicidade tarifária e respeitando o art. 50 do Plano Municipal de Mudanças Climáticas;

– Realizar ações junto ao Governo Estadual e aos municípios da Região Metropolitana para instituir o controle das emissões veiculares segundo Resolução Conama 418/2009;

– Garantir a implementação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana e manter o Programa de Proteção à Vida,voltado à diminuição de acidentes e atropelamentos na cidade com o aprimoramento das políticas de proteção ao pedestre e com a manutenção da política de diminuição da velocidade nas ruas, avenidas e marginais do município;

– Ampliar e aprimorar o sistema cicloviário da cidade, conforme definido no Plano Municipal de Mobilidade, garantindo a participação da sociedade;


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 Comentários deste post

  1. Vamos ver se ele ira olhar para isso, ou se vai ignorar.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*