Alckmin decide congelar tarifas de Metrô e CPTM

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin bateu o martelo e decidiu congelar as tarifas de Metrô e CPTM para o próximo ano em R$ 3,80. O anúncio será oficializado em conjunto com o prefeito eleito da capital, João Doria, nesta sexta, 30.

A manutenção da tarifa trará grandes impactos financeiros para ambas as gestões. Doria já afirmou que deve rever algumas gratuidades. Alckmin deve seguir o mesmo caminho. Outra possibilidade é elevar o preço dos bilhetes diário, semanais e mensais.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

5 Comentários deste post

  1. Elevar o bilhete mensal, diario e semanal? Ai perdem totalmente suas vantagens. Despir um santo para cobrir outro….

    Bem, o que vai esperar do PSDB, um partido que não prioriza o transporte publico e o trabalhador?

    Tem uma solução: Baixem seus super salarios de marajás e cortem esse monte de regalias…façam como o prefeito de Londres, ele vai de metrô pro trabalho.

    Renato / Responder
    • esperar o quê de quem acabou com os bilhetes múltiplos, não duvide que vão acabar com os bilhetes temporais com o argumento de “existem fraudes”

      rafael oliveira / (em resposta a Renato) Responder
  2. Ainda bem que não votei no Dória….pelo menos minha consciência está tranquila, não ajudei a colocar outro traste na prefeitura….

    Renato / Responder
  3. Se o governador Geraldo Alckmin conseguir manter as passagens da CPTM e Metrô sem aumento será uma grande ajuda à população nesse momento de crise econômica. Principalmente aos trabalhadores mais pobres.

    Welbi Maia Brito / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*