TCE barra licitação para Linha 15

Foto: Sergio Mazzi

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu nesta sexta, 28, uma licitação que contraria uma empresa para obras complementares em 4 estações da linha 15 – prata, do Metro (Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus).

O tribunal acolheu uma representação da empresa Tiisa Infraestrutura e Investimentos S/A, apontando falhas no edital para contratação das obras de acabamento, instalações hidráulicas, comunicação visual, paisagismo e reurbanização.

As queixas se referem aos itens que tratam da qualificação técnica e do atestado das empresas interessadas, o que ameaçaria a isonomia na disputa e a escolha da proposta mais vantajosa para o poder público. A sessão de entrega dos envelopes com as ofertas das licitantes estava marcada para ontem.

O TCE deu prazo de 48 horas para que o Governo dê as explicações necessárias.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

11 Comentários deste post

  1. Agora é que vai atrasar mais ainda as obras.

    Felipe / Responder
  2. Eu gostaria que essas “imprezas” fossem tão ágeis na execução das obras, quanto o são pra entrar com ações diversas na “justiça”. Seria bom também que o corpo de “ingenheros” e demais “ténicos” fossem tão competentes quanto são os “adevogados” que às servem….

    Thiago / Responder
  3. O governo do PQNFPN vai ter que se explicar pro TCU? Pfff, vai dar em nada de novo!

    Gapre / Responder
  4. Já não basta a lerdeza, vamos ver o que isso vai dar.

    Rodrigo Santos / Responder
  5. Mais um caso estranho para emperrar o Brasil.

    Felix / Responder
  6. Vão usar a mesma desculpa do Haddad sobre os corredores, a culpa é do TCM, TCE,TCU, nunca dos governantes, é só fazer a licitação certa.

    mauri / Responder
  7. A empresa que não satisfaz ao Edital e atrasa a conclusão das obras deve ser multada, mas como na terra dos bacharéis espernear é possível, o prejuízo é sempre do cidadão.

    ROBERTO / Responder
  8. Desse jeito, o governo vai adiar a chegada da Linha 15 Prata do Metrô em Monotrilho a Cidade Tiradentes, Quase Guaianazes em Dezembro de 2025

    Michell / Responder
  9. Empresas sem qualificacao emperram as licitacoes, ai ganham pelo menor preco e nao tem capacidade de fazer a obra e a abandona, atrasando mais ainda. Estou cançado de ver isto

    antonio carlos / Responder
  10. Já Tem Obras Para Mais Estações da Linha 15 Prata do Metrô em Monotrilho Serem Entregues e Tem Que Manter o Ritmo Para Vir Para a Cidade Tiradentes ou Guaianazes o Mais Rápido Possível

    Michell / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*