Crivella eleito: O que esperar para a mobilidade urbana?

Foto: Fernando Frazão | Agência Brasil | Fotos Públicas

Com 1.700.030 votos, Marcelo Crivella foi eleito prefeito do Rio de Janeiro, o que corresponde a 59,36% dos votos válidos. Com base em seu plano de governo, o Via Trolebus pontua agora os principais pontos sobre a ótica da Mobilidade Urbana:

Metrô

Crivella quer unir esforços ao governo do estado para expansão da rede metroviária carioca. Em seu plano, diz buscar recursos “junto com o Governo do Estado para que a Estação do Metrô da Gávea esteja em operação até o final de 2017”.

Reorganização de Linhas

O prefeito eleito disse que deve “interromper imediatamente a progressão do processo”.

Bilhete Único

Crivella disse também que deve ampliar o Bilhete Único dos ônibus para o Metrô. Fala ainda em ampliar para 3 horas o prazo de utilização do Bilhete.

BRT

Crivella fala em expandir o BRT. “Concluir as obras do BRT TransBrasil e garantir sua operação efetiva até o final de 2017 e também, elaborar um estudo para levar o BRT Transcarioca para o centro da Ilha do Governador até o final de 2020”.

Fiscalização

O prefeito eleito diz que deverá reduzir radares que não são usados para garantir a segurança dos moradores. Porém, não especifica como será a autuação por parte dos condutores infratores.

Ciclovias

Não há promessas ou compromissos da expansão da malha cicloviária na cidade maravilhosa. Crivella fala em novo projeto em parceria com o CREA-RJ para reforço da estrutura da ciclovia Tim Maia para garantir segurança aos ciclistas.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

5 Comentários deste post

  1. Bilhete único universal ?!? hahaha

    Leandro / Responder
  2. Não sou universal mas gosto dele espero que faça um bom governo.

    Marcelooliveira / Responder
  3. É o fim da farra dos corruptos na prefeitura do Rio quase 20 anos de PMDB.Agora falta tirar essa cambada de ladrões do Governo do Estado e do País.Quanto ao PSOL lixo não deviam nem está no segundo turno.

    Marcelooliveira / Responder
  4. Lixo porque? Quando será que a direita vai criticar a esquerda com fundamentos para que se abra uma discussão saudável?

    DANIEL / Responder
  5. O jornal não citou o VLT. Porque? Já sei, ele disse que não vai expandir o VLT, porque na sua visão o seu custo é mais caro que o metrô. Onde ele tirou essa informação?? Eiita politico desenformado e seus marqueteiros… Só espero que ele ao menos não desative o sistema e deixe funcionar, dai quem sabe outro prefeito depois de 2020, expandi o VLT.

    Paulo Lima / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*