Bogotá quer trólebus em novos BRT’s

A cidade de Bogotá pode reativar seu sistema de trólebus. A prefeitura analisa a possibilidade com a venda de 20% da participação do poder público municipal na EEB – Empresa de Energia de Bogotá, que podem chegar a US$ 3,5 bilhões.

Este recurso seria usado para expandir o sistema de ônibus atual em novos 200 quilômetros de corredores de ônibus do tipo Bus Rapid Transit (BRT). De acordo com o prefeito Enrique Peñalosa, a intenção é reduzir em 46 mil 200 toneladas de gás carbônico emitidas no meio ambiente, e os trólebus estariam nos planos do prefeito.

O sistema de ônibus elétrico foi implantado em Bogotá no ano de 1948, e deixou de operar há pouco mais de 20 anos.

Ainda que outras tecnologias de tração elétrica em ônibus vem surgindo, o trólebus é consagrado em operações mundo a fora, sobretudo na Europa e Eurásia, inclusive onde parte da frota vem sendo renovada.

 

 

 


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.