Governo federal estuda retomar ferrovias abandonadas

Foto: William Molina

O Governo Federal quer a retomada de trilhos ociosos e planeja novos critérios para a renovação das concessões ferroviárias. Uma medida provisória deve dar poder à equipe que coordena o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) para reorganizar a malha sobre trilhos e desvincular trechos dos contratos de concessão.

A intenção é regularizar os trechos “esquecidos” pelas empresas. Estima-se que pelo menos 18 mil quilômetros de vias férreas estejam ociosos no país.

O modelo atual é um resquício da privatização feita na década de 90, que dividiu as concessões ferroviárias em lotes grandes em detrimento do interesse pontual pelos trechos. As concessionárias então concentraram as operações nas rotas mais rentáveis e deixaram de lado as secundárias.

O governo ainda pretende trazer novos termos para as negociações dos contratos das concessionárias. Um dos pontos está o da exploração compartilhada das ferrovias, o que acabaria com a exclusividade sobre o uso de determinados trechos pelas concessionárias.

Com as informações de Gazeta do Povo


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

13 Comentários deste post

  1. Estudar, ta certo.

    Rodrigo Santos / Responder
  2. 18 mil quilômetros? Que absurdo, poderíamos ter ligações com estados, pra viajar, e levar cargas, assim aumentando a velocidade dos deslocamentos, a vontade passa longe, triste.

    Rodrigo Santos / Responder
  3. Só em países como o Brasil se estuda a utilização (leia-se viabilidade) de ferrovias! O que deveria ser regra é a mais remota exceção.

    Andre / Responder
  4. Até que enfim alguém pensou nisso. Algo do tipo já deveria ter sido feito há muito tempo. Por mais que demore até que algo seja feito de verdade , pelo menos o primeiro passo foi dado.

    Robert / Responder
  5. Apenas o Brasil não adotou a ferrovia como modal principal entre os países que possuem grandes dimensões territoriais, um equivoco que continuará e a energia solar que é não é aproveitada e pode alimentar o sistema elétrico deste país. Jogamos fora o dinheiro com ferrovias mal feitas como a norte sul, sem entrar em detalhes. É o desperdício em primeiro lugar com esses cabides de emprego nas Agências Reguladoras da Vida.

    Roberto / Responder
  6. Me corrijam sem eu entendi errado a matéria, mas a intenção é liberar as vias pra uso compartilhado? Não é uma decisão que vai na contramão, do que queremos como uso das ferrovias para transporte de pessoas, até para desafogar o transito caótico.
    Tomando como exemplo a região metropolitana de São Paulo, o intervalo entre trens não aumentaria se a CPTM tiver que dividir o espaço com trens de carga?

    Vagner / Responder
  7. Agora as empresas vão chorar falando que são direitos delas…

    Andrew / Responder
    • 1 primeira ferrovia do Brasil que fica é Magé (Mauá) está desaparencendo e o poder público não está nem aí ….tanto o IPHAN intistuto pratimonio histórico artístico nacional , quanto a prefeitura de Magé e o estado do rio não fazem nada… É assim nossa história está somindo!!

      Renato Reginaldo pessoa filho / (em resposta a Andrew) Responder
  8. ja dizia o filosofo: quando não se quer resolver coisa alguma , cria se um grupo de estudo

    jorge shalosh / Responder
  9. Tomara

    fabiana / Responder
  10. Espero que agora o Brasil tenha um Governo Federal que saiba administrar e que faça o Ferroanel Norte e Sul de São Paulo para desviar o trens de Cargas, com destino a Santos, do Centro de São, dessa forma o Governo de São Paulo poderia investir e melhorar os tempos dos Trens da CPTM.O projeto já existe, foi prometio pelo desgoverno lula em 2006 e no desgoverno dilma em agosto de 2014, passaram as eleições e nada foi feito.

    Felix / Responder
  11. Parabens pela decisao senhor Presidente, BRAVO!!!
    Pernambuco, assim como outros estados precisam urgentemente de uma malha
    ferroviaria que possa suprir as necessidades da populacao mais carente. Cabra Macho!!!!
    Parabens!!!

    Josedio Gusmao / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*