Alstom deve fornecer Trens de Alta Velocidade para os EUA

A Alstom foi escolhida para o fornecimento de novas composições que serão usadas na ferrovia de Alta Velocidade entre Boston e Washington, o chamado Corredor Nordeste (NEC). A maioria dos 28 trens encomendados devem ser fabricados em uma unidade da empresa em Hornell, Nova Iorque.

Eles devem substituir a frota Acela, que prestam serviço desde 2000. Terão capacidade de atingir até 300 km/h, mas inicialmente serão limitados a 257 km/h devido às limitações da infra-estrutura. As novas composições serão do modelo Tiltronix, e devem acrescentar em 33% a oferta de lugares.

A empresa estima finalizar a encomenda em 2021. Ficará também a cargo da Alstom o serviços de suporte e reparação da frota por 15 anos, com uma opção de prorrogar o contrato por mais 15 anos.

Com um pouco mais de 729 km de extensão, o Corredor Nordeste é a ferrovia eletrificada mais longa dos Estados Unidos.

08-Aerodynamic-e1472288189516

04-1st-class-interior-e1472288176563


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

4 Comentários deste post

  1. Se o Brasil tivesse vontade, massssssssssss

    Rodrigo Santos / Responder
  2. acho que trem bala no trem no brasil é melhor adiar um pouco

    haroldo / Responder
  3. Independente de sequer termos trens intercity, veículos leves e metrô em nossas cidades, trens de alta velocidade para as capitais do sul e sudeste traria integração imediata e melhoria nos custos de mercadoria.
    O investimento é alto, mas vale muito a pena.

    LUIZ HENRIQUE VIANA / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*