Homem que entrar em vagão feminino poderá ser multado no Rio

Um projeto de lei que prevê multa para homens que usarem os vagões femininos em trens do Metrô Rio e Supervia foi aprovado nesta quarta, 9, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). A proposta ainda amplia para dois vagões exclusivos para mulheres em horários de pico.

Caso a lei não seja cumprida, segurança das concessionárias poderão acionar policiais militares que conduzirão o infrator a uma delegacia.

Além disso, a norma obriga que as concessionárias realizem campanhas educativas sobre o tema, armazenem imagens e ajudem a identificar os infratores quando necessário.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

16 Comentários deste post

  1. acho essa solução um pouco ortodoxa demais,mas como tem homem q não respeita a mulher,fazer oq né.

    rodrigo / Responder
  2. Para os que não respeitam e bem válido.

    Rodrigo Santos / Responder
  3. Isso não é solução, é improvisação na falta da capacidade de fiscalizar. Vagão só para mulheres quando as mulheres estão pedindo por direitos iguais e lutando em nome de um feminismo (discutível). Um retrocesso. Melhor separar do que educar.

    Juliano / Responder
  4. É um absurdo essa medida. Isso não combate o problema. O problema é o abuso contra elas, e este tipo de medida não o combate. É quase como que se desse aval a esse tipo de violência quando as mulheres estiverem fora desses vagões. é como o comentário do Juliano disse, …é um retrocesso…”.

    Eduardo Alves / Responder
  5. Também acho errada essa medida. Preconceito contra os homens. Além disso, sempre terá alguém desavisado (sim, que realmente não se dê conta de estar entrando em vagão feminino) e vai levar multa por isso? Fora que, se o cara entra no horário permitido nesse vagão, tipo 4 e meia da tarde, e só chega no destino umas 5 e 15, se pegarem ele nesses 15 minutos tá multado, no outro horário não? Até pros casos de metrô em direção a zona sul no pico da tarde, que são vazios, tem necessidade de fazer isso?

    Gapre / Responder
    • Cara, não existe preconceito contra homens, misandria passou longe daqui.

      Luis / (em resposta a Gapre) Responder
      • Falei de preconceito contra os homens, não ódio necessariamente. Mas, enfim, se não é isso, é medida paliativa pura e simplesmente. Povo educado não precisa disso.

        Gapre / (em resposta a Luis) Responder
  6. facíl criar leis. Quem vai fiscalizar? quem vai multar? Facilmente cosntestada a autoridade da segurança, são particulares, naõ terão poder de policia, vai chamar a PM para isso, eles não tem poder de multar dentro do sistema, vai retirar o cara de dentro do trem, ai ele se revolta, vai agredir empregados do Metrô, ai um monte de pessoasl vão se doer e defender o transgressor. meu é um monte de coisa que tem por trás disso, ai vai dar inquerito policial, vai pra justiça, ai o juiz absolve o infrator, condena a empresa , só vai trazer confusão.
    Melhor não mexer com isso, vamos tentar educar.

    antonio carlos / Responder
  7. Isso é o atestado quanto um povo é atrasado, beirando a irracionalidade.

    Jardel Tales / Responder
  8. Tem que punir exemplarmente quem comete abuso nos trens e metrôs. Ponto. Sou contra vagão exclusivo para mulheres, mesmo porque, do jeito que é colocado, dá impressão que todos os homens são ogros incontroláveis.
    Além do quê, não adianta nada colocar a mulherada pra ir num vagão exclusoivo, sendo que, quando alguma denuncia o abuso, ouve de seguranças ‘não podemos fazer nada’. Segregar nunca vai ser a solução!

    Denise / Responder
  9. Com questão ao abuso sexual no metrô, que tenho a dizer é isto;Se existe homens safados e sem vergonhas, existem mulheres abusadas…
    Esse negocio de andar com roupas colantes, transparentes, provocantes, essas calças legs bem agarradas, mostrando tudo, blusas decotadas mostrando e expondo seus seios, shortinhos bem depravados quase mostrando o bumbum, isto é um verdadeiro absurdo. As mulheres também são culpadas de seus trajes indiscretos e vulgar demais. As mulheres Evangélicas, Cristãs e honestas me desculpe por ler isto, mas é pura verdade E nestas situações que assim procede é logico que hora ou outra aparece homens mal intencionados e elas aindam acham ruim. Use roupas decentes mulherada!!! Parem de provocar também!!! que além de vcs serem culpadas pelos trajes usados, quem lança este tipo de moda também são culpados. E outra não tem disque denuncia ou delegacia de proteção a mulher que vão resolver seus problemas. O que resolve é vcs andar com traje de gente que tenha consciência!!! Concordam???
    O que adianta colocar vagão exclusivo para mulheres em horário de pico, se dentro de seus postos e estabelecimentos que trabalham, partes delas não tem uma gota de respeito pelos chefes ou supervisores a nível de trajes, principalmente em período de verão?
    Quer andar a vontade e acham que todo mundo tem que ser cego, se alguém olhou ou olha para ditas cujas mal trajadas ou com trajes vulgar já leva para o lado mal achando que é assedio sexual… Se expondo suas sensualidades, seus próprios corpos a mercê de tarados e safados, sem vergonhas…
    Agora em um caso deste, se um homem entra em um vagão exclusivo de mulher leva multa?
    e nas repartições comerciais, departamentos administrativos ou até mesmo públicos com seus provocantes trajes levam vantagens por secadas e cantadas dos machos?
    E os modelistas levando vantagem nisto, ao invés de fazer um tipo de moda que presta fazem e planeja modas para ficarem pior?
    Forçando cada vez mais amizade com estas imundas modas…
    AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAACCCCCCCCCCCCCCCOOOOOOOOOORRRRRRRRRDAAAAAAAAA POOOOOOOVVVVOOOOOOOOOOOHHHHH!!! Parem de dormir no ponto e repensa neste tipo de projeto que vcs fizeram posr causa de denuncia de meia dúzia de vagabundas que denuncia por se acharem seduzidas e querem levar vantagem!!!
    O Bando de Mulherada!!! aprenda se arrumar para seus próprios maridos, amantes, namorados!!!
    Tomem vergonha nas vossas caras e aprendam ter caráter e pudor, mostra que vcs são mulheres de verdade, não por exibir seus próprios corpos a mostra publica que isto não interessa para pessoas estranhas e alheias!!! Se arrume bem para aqueles que estão do vosso lado 24hs do dia e que colocam sustento nas vossas mesas de vossas casas como ganha-pão que valorizam muitas vezes vcs e vocês ficam provocando para chegar em um ponto deste que consideramos verdadeiros absurdos…
    Pare pra vcs verem se é ou se não é verdade tudo isto que está sendo dito.
    É a verdadeira imagem que o mundo nos trás e demonstram “FALTA DE BOM SENSO”!!!
    Leia isto com consciência e reflita nisto. o mundo de mal pra pior infelizmente!!!

    Santos / Responder
    • É por causa de pessoas como você, que leis atrasadas como esta são aprovadas por pessoas ainda mais carentes de criatividade no que se refere à evolução do pensamento social. “Leia isto com consciência e reflita nisto. o mundo de mal pra pior infelizmente!!!”

      Juliano / (em resposta a Santos) Responder
    • Alguém conseguiu terminar de ler tudo isso? Aff

      Gapre / (em resposta a Santos) Responder
  10. Este mundo aos poucos está virando Sodoma e Gomorra para quem conhece de Biblia

    Santos / Responder
  11. Bom dia a todos vocês. Sou Marcos Paulo, deficiente visual e moro em Brasília, DF. Aqui em Brasília, o metrô-DF tem vagão não só para mulheres, mas pessoas com necessidades especiais, gestantes e pessoas de idade avançada. Já fiquei sabendo que no RJ, se alguém entrar em um vagão feminino, pagará 100.00 barras de prata como multa, isto é, R$100.00,00 em multa. Mas nem assim adianta, porque daí não vai ser resolvido o problema, só aumentar. Isto que tenho a dizer.

    Marcos Paulo Silva Cunha / Responder
  12. Essa modalidade de vagão feminino está mais para medida paliativa adotadapor governos que não sabem como agir diante dos assedios do que algo que realmente minimize o problema. Até entendo que uma mulher se sinta mais segura tendo esta alternativa mas…e se uma mulher entrar em vagão comum? Quer dizer que ele está consentindo algo? Alguém mais chucro pode sim interpretar isso…Além do mais se formos segregar cada vez que a convivência se faz problemática eu tenho até medo do que pode vir pela frente nesse país…A questão central são os males culturais da nossa sociedade que precisam ser mudados a longo prazo e combatidos e coibidos intensamente no curto prazo. A meu ver o ideal seria adotar campanhas educativas e repressão firme no sentido de encorajar denuncias e dar publicidade aos delinquentes a fim de que eles sirvam de elemento intimidador para quem esteja pensando em agir de forma semelhante. Considero ainda importante campanhas educativas em escolas primárias, além de recursos tecnológicos válidos para esse fim, como ocorre em tantos outros aspectos do cotidiano. Medidas paliativas são sempre “emergenciais e sedutoras” mas nunca vi uma que tenha resolvido ou atenuado de forma contundente problemas que são culturais e educacionais. Medidas emergenciais e paliativas não tem prazo para terminar e uma hora perdem a eficácia, pois ao não atingirem a raiz do problema, este tende a se adaptar e a conviver com elas.

    Felipe / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*