SuperVia não vai mais operar Teleférico do Alemão

O teleférico do Alemão não será mais administrado pela SuperVia. A empresa que opera os trens metropolitanos do Rio de Janeiro deverá entregar à Secretaria de Estado de Transportes (Setrans) a administração do transporte aéreo por cabos no dia 7 de março.

Leia também: O teleférico como sistema de transporte na América Latina

Nesta data o contrato entre as partes será encerrado. A SuperVia operou o sistema desde a inauguração, em 7 de julho de 2011. De acordo com informações do Jornal do Brasil, a empresa operou o sistema com 99% das viagens programas realizadas.

O teleférico está integrado ao sistema de transporte ferroviário e possui seis estações: Bonsucesso, Adeus, Baiana, Alemão, Itararé/Alvorada e Palmeiras. É operado com 152 gôndolas, com capacidade para transportar dez passageiros cada, sendo oito sentados e dois em pé. Possui 3,5 quilômetros de extensão, com duração de viagem entre as duas pontas de dezesseis minutos.


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

3 Comentários deste post

  1. O governo carioca poderia pegar um grupo de moradores engajados e que querem trabalhar nisso, treina-los, e criar uma espécie de “autarquia comunitária” para cuidar do teleférico.

    O Governo só faria as conexões para repassar contatos e financiamentos (se necessário) para manutenção e aquisição de algo necessário.

    Anônimato / Responder
  2. Não é viável comercialmente.Necessita de muito subsídio.

    Jardel Tales / Responder
  3. Quero quer se continuara eficiente.

    Rodrigo Santos / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*