Estação Jaçanã do Metrô e corredor de trólebus até Cumbica

Imagem de William Molina

A canção de Adoniran Barbosa que falava do Trem das Onze, se referia ao trem da Cantareira, uma linha férrea que ia da zona norte, e chegou a levar passageiros até Guarulhos. A Estrada de Ferro Cantareira teve seus trilhos retirados a partir de 1964, porém na mesma década já se previa uma estação de Metrô no bairro em que morava o personagem da canção.

guarulhos

De acordo com a pesquisa de Tomas Martins, intitulada “Análise do desenvolvimento do Metrô em São Paulo” da FAU – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, o bairro de Jaçana teria uma estação de Metrô. Tratava-se de uma extensão da linha 1-Azul a partir de Tucuruvi.

Segundo o estudo, a crise dos anos 80 levara a um retrocesso de projetos de transportes. A Rede Básica de Metrô produzido em 1982 reflete tal fato, ao retornar praticamente ao desenho proposto pelo consórcio HMD (Hotchief-Montreal-Deconsult) da década de 60. O projeto previa extensões das linhas da Paulista até a região do Oratório, a linha Norte-Sul até o Jaçanã e mantendo o novo traçado da linha Leste-Oeste, que já estava em construção desde 1975.

De acordo ainda com uma reportagem do Estadão de 2011, o projeto contemplaria ainda uma extensão além do Jaçana, rumo ao Aeroporto de Cumbica feita por um corredor de trólebus.

O projeto não saiu do papel, e atualmente a EMTU possuí planos de construí um corredor de ônibus entre o Tucuruvi e Guarulhos.

 


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.