Rumor: Linha 22 será operada por “metrô convencional”

Inicialmente proposta para operar por meio de um monotrilho, a embrionária “Linha 22-Bordo” que deve ligar a capital paulista a Cotia pela Rodovia Raposo Tavares, deverá ser servida por o que é chamado de “metrô convencional”. A informação que claro, não foi divulgada oficialmente pela companhia, esta no fórum de discussão Skyscraper City.

Inicialmente estavam previstas 16 estações ao longo da rodovia: Parque Jardim Previdência, Jardim Bonfiglioli, L‟Abitare, Educandário Ester, Monte Belo, Jardim Boa Vista, COHAB Raposo Tavares, Santa Maria, Estrada da Aldeia, Granja Viana, Mesopotâmia, Estrada do Embu, Parque Alexandria, Sabiá, Rotary e Cotia (Centro). Porém, é muito comum haver mudanças nesta fase do projeto.

O projeto funcional da Linha 22 foi assinado em agosto 2013 e a previsão de término do levantamento era entre o final de 2014 e início deste ano.

 


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

34 Comentários deste post

  1. Pelo trajeto, e já que parece ser um metrô subterrâneo mesmo, bem que podiam incluir pelo menos uma estação dentro da USP, na Praça do Relógio, por exemplo, depois da estação Butantã. Ajudaria muito no acesso à universidade e a reduzir as emissões de centenas de viagens de ônibus diárias.

    Felipe Augusto / Responder
  2. Enquanto isso aqui no Rio estamos sofrendo pra fazer a Linha 4.

    Guilherme Dore Reis / Responder
    • Guilherme, não se preocupe, aquele mapa lindo que vc tá vendo no artigo é só sonho, SP ainda nem tem um terço daquilo ali não. E nem vai ter pelos próximos 50 anos. RJ é pior nesse quesito mesmo, mas SP não fica muito atrás não

    • Sim, nós paulistas só temos 15 linhas juntando metrô, trem e monotrilho

  3. Os caras não finalizam nem o que iniciam, nunca vi um transporte tão enrolado como esse de SP. E á linha 4 Amarela, é o trem para Guarulhos, é o Metrô de Guarulhos, entre outros e vem me falar de linha 22. Esse jogo é moeda de troca visando as eleições. É a velha história PT 12 anos em Brasília e PSDB a mais de 20 anos em São Paulo. Dueto do mal que visam somente o poder.

    Juarez Costa / Responder
    • Exatamente. E pode esperar sentado por essas linhas até 2060, e provavelmente as próximas estações só serão entreguem em 2018, próximo das eleições.

      Gapre / (em resposta a Juarez Costa) Responder
    • Tem quer projetos e estudos ou acham que deveriam ficar parado e esperar terminar 1 para começar outro ?

      • A questão é que o Governo de SP não tem capacidade técnica e de competência de tocar tantas obras ao mesmo tempo, se com quatro linhas simultâneas eles entregam quase nada, isso que tem linha em obras há mais de 10 anos, imagine se colocar mais e mais linhas, vai ter linha que começa agora e vai terminar daqui 50 anos do jeito que é a lerdeza para construir qualquer coisa relacionado ao transporte público.

        MC / (em resposta a Ryun Che) Responder
      • Não, tem que colocar gente competente para tocar as obras, fazer uma reforma administrativa no quadro conservador do metrô que tem gente com mentalidade anos 60 e já tá velho e precisa ser trocado por gente jovem, com idéias e vontade de fazer acontecer!

        E por fim, desburocratizar obras essenciais e importantes como essa!

        Renato / (em resposta a Ryun Che) Responder
    • FAto! por isso eu já fiz a minha parte. Não voto mais em candidatos do PT ou PSDB nunca mais!

      Renato / (em resposta a Juarez Costa) Responder
  4. Poderia ser com o chamado “metrô leve”,mais pode ser do que for, iso vai durar anos e anos pra fazer, quando for começar vai aqueles trens voadores que viamos nos filmes e desenhos antigos que mostravam o futuro…rsrs]

    mauri / Responder
  5. E enquanto isso, as linhas pra suprir a ZL, a zona mais populosa da cidade, vão ficando pra trás…

    Fernando Romano / Responder
    • Tem a linha 15 em construção, linha 2 em desapropriação, linhas 6 e 14 em projeto e até uma extensão da linha 13 em estudo, não esqueça que os corredores da Prefeitura ajudaram nos deslocamentos também.

    • Cara então imagine aqui na ZN, só temos uma linha do metrô que atende com 6 estações um pequeno pedaço da região e os trens da linha 7 que atende outro pequeno pedaço, a Zona Leste tem duas linhas do metrô duas da CPTM e uma do monotrilho.

      • Outras regiões da ZN tem que fazer pressão no Governo Estadual assim como associações e um jornal de bairro fizeram durante 10 anos pela implantação da Linha 6, o resultado disso é contratos assinados, projeto executivo quase concluído, licenças obtidas, despropriações em andamento, a linha a um pé de começar a ser construída.

  6. Chega a ser engraçado o governo do estado divulgar linhas que sabemos que estarão prontas daqui uns 200 anos enquanto as linhas em construção se arrastam há décadas sem previsão para terminar, será que alguém acredita nesses mapas????????????

    Diego / Responder
    • O governo não divulgou nada ainda, ela virá com a conclusão do projeto funcional, essa informação foi conversa informal de uma pessoa do planejamento, não adianta ficar criando expectativa sobre as coisas, achando que o metrô tem que ser planejado do seu jeito e no seu tempo só porque você quer.

      Se você pesquisar sobre como é o planejamento, estudos, projetos, licitações de um linha verá que não é o mesmo que fazer um puxadinho em casa.

  7. Olha só…perceberam a cagada que é esse tal de monotrilho?Será porque em Sidnei, Seatlle , Dubai e outras cidades os mesmos estão sendo descontinuados? Monotrilho é solução para transporte ponto-a-ponto de Aeroportos,Rodoviárias,Portos para outros modais maiores,jamais para transporte de massa.Uma pena a Assembléia Legislativa e a grande mídia não questionarem o porquê dessas duas linhas idiotas que colocaram goela abaixo da população de São Paulo.Deve ter muita grana por debaixo do pano dessa Bombardier migrando para a tucanagem…
    Aposto aqui com os senhores que a linha da Anhaia mello jamais chegará em cidade Tiradentes.E parece que o governo esconde os custos de desapropriações que terá que fazer,assim como o custo de manutenção deste meio de transporte.Os pneus,por exemplo,só são produzidos na fábrica da Michelin na França.Então cobrarão o que quiser,e engraçado que a iniciativa privada não tenha se interessado nestas linhas.Por quê será?

    Sergio / Responder
    • Você está escrevendo isso só por que não gosta de monotrilhos, ignora completamente os monos da China, Japão, Europa e EUA, etc que são usados como transporte de massa e alguns estão em expansão, ignora os estudos das linhas, 15, 17 e 18 aprovados e ainda disponíveis na Net para consulta que justificam a necessidade do modal.

      Ou seja, é apenas birra sua, montando uma argumentação frágil a partir justificativas desconexas e fora de contexto.

  8. Acho que o Sr Alckmin deveria se preocupar em mudar o consorcio da Via quatro pra acelerar as obras ternes isso sim,e depois terminar as linhas 15 e 17,pra depois pensar em outra linha nova.

    Rodrigo Santos / Responder
  9. Sr Picolé de Chuchu,termine o que está começado, depois faça outras promessas,vc não consegue nem terminar asobras que já estão aí.

    Gercino Gomes das Chagas / Responder
  10. Concordo, Felipe Augusto. Aí sim poderia ser um Monotrilho. Ia ajudar muito. Sendo monotrilho, aliás, poderia ter um na Praça do Relógio e outro perto do portão da Corifeu.

    José Luiz / Responder
  11. SP é o estado do país que mais investe em transporte público, mesmo ficando com 10% do que arrecada. Enquanto diversas linhas avançam ao mesmo tempo, São Paulo tornou-se a única cidade brasileira a ter uma malha metro-ferroviária e tal sucesso é traduzido por ser responsável por 70% do transporte público sobre trilhos no país. O solo paulistano é complexo e requer técnicas diversas de construção. Além disso, o paulista/paulistano é exigente e o governo do estado sabe disso. Mesmo sendo um dos mais lotados do mundo, foi escolhido em 2010 como o melhor das Américas. O resto é mi mi mi…

    Ed / Responder
    • Espera… Voce classificou a malha metroviaria de SP como “sucesso”?

      Obvio que e(h) a maior malha do Brasil, qual outra regiao metropolitana do Brasil se compara a SP em termos de populacao e deslocamento diario?

      Sobre a premiacao, acredito que tenha sido no quesito qualidade de servico pois o metro de SP e(h) sim um dos melhores do mundo no quesito qualidade, mas em estrutura? planejamento? orcamento? evolucao?

      Somos exigentes sim. Vamos nos comparar a cidades grandes no mundo quais estão sempre em evolucao. Nao ha motivos para sermos menos exigentes e nos comparar com cidades piores. O Governo do estado sentou na cadeira e esta tomando cha andando de helicoptero para la e para ca enquanto o paulista/paulistano ve a media crescimento do metro em 2km anuais. Como voce classificou: um sucesso!

      ps: perdao a falta de acentuacao, mas nao esta sendo aceito aqui nesta caixa de texto.

      Juliano Gomez / (em resposta a Ed) Responder
      • Concordo plenamente que, nos últimos anos, não é um sucesso, mesmo! Há 40 anos atrás sim!
        Não acho que o Paulista/Paulistano seja exigente não, ao contrário, é muito paciente e conivente com essa situação. Já era hora do MP agir! Será que, é porque a Cultura de quem governa, é de que transporte público é para pobre? Então pode esperar …não é?
        Como entender a escolha equivocada de Monotrilho, para transporte de alta capacidade para atender a Zona Leste? Essa população aguarda o transporte de qualidade e com capacidade adequada, há anos. A brincadeira é entregar 2 ou 3 estações, depois de tantos anos? Ter que aguardar a entrega no formato “pingadinho”? Daqui 2 anos mais 1 ou 2 estações e assim vai…?
        É inadmissível isso! A justificativa para a escolha da técnica, foi pelo preço e pela rapidez na construção, para a Copa do Mundo! Todos lembram disso. A construção do Monotrilho da linha 17, que foi tão contestada está atrasada em 2 anos. E tudo bem? Não!
        A população merece muito mais respeito! Licitou-se com os Projetos Completos?
        Qual é a satisfação que o Governo está dando, para a expectativa frustrada e quanto o uso dos recursos públicos? Nesse caso, o Procon não pode defender o cliente…
        Quanto essas obras vão custar, em relação ao que foi Licitado? Qual a resposta para o atraso? Tecnicamente sabe-se que o Monotrilho não é a melhor solução para a demanda na ZL e está com sérios problemas.
        Sem falar na Paisagem Urbana que foi tragicamente comprometida com minhocões pela Cidade.
        Hoje 13/11/2015, a notícia é o corte no orçamento Estadual para a Mobilidade em 2016 … então, conclui-se que?
        Áurea

      • Tente viver com 10% de seu salário. Assim é o estado de SP, meu caro.

        Ed / (em resposta a Juliano Gomez) Responder
        • Se meu salário fosse de R$1,8 trilhão, viver com R$ 180 bilhões não me parece ruim…

          O.Juliano / (em resposta a Ed) Responder
  12. A Linha do Metrô 22 Grená ou Bordô Vai de Guaianazes, na Zona Leste da Capital Paulista, Vai Repassar 5 Estações Fazendo Uma Ligação da Penha Até a Lapa, na Linha 3 Vermelha e Vai Até a Granja Viana, em Cotia.

    Michell / Responder
  13. Se for no modal convencional OTIMO, para mim poderia ser como o de superficie da linha lilas ali no capao, monotrilho nem pensar, tem que fazer pitstop para troca de pneus

    mario timoteo / Responder
  14. Monotrilho NÃO! Precisamos de metro! Transporte de massa! Precisamos na região da raposo tavares mais zonas industriais! Monotrilho é um uma porcaria, choveu já era, que nem o trem aqui da cptm! Precisamos de algo que não irá nos dar dor de cabeça no futuro e infinitamente duradouro.

    Diego / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*