Por dentro da Linha 4-Amarela – Operação

Na ultima postagem da série especial sobre os bastidores da Linha 4-Amarela, falamos sobre o CCO (Centro de Controle Operacional) da ViaQuatro que é responsável pela operação do sistema, além de abrigar a manutenção dos 14 trens que prestam serviços na linha.

Nesta segunda parte vamos falar sobre a operação:

Fluxo de passageiros

O ramal amarelo hoje transporta uma média de 700 mil passageiros por dia útil. Porém, vem mais gente por ai: a previsão é que esse número pule para 1 milhão de pessoas quando outras 5 estação que correspondem a segunda fase estiverem finalizadas.

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Fradique Coutinho 

A primeira estação desta segunda fase que deverá ser entregue muito em breve é Fradique Coutinho. De acordo com a ViaQuatro, a estimativa é que 40 mil usuários utilizem a nova parada por dia útil. Outras 4 estações serão entregues até 2016, sendo Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia, completando 12,8 quilômetros e 11 estações, ligando a região da Luz ao bairro de Vila Sônia.

v42

Terceira fase

Ainda é previsto uma terceira fase da linha 4-Amarela onde os trilhos chegam ao município de Taboão de Serra, com uma estação com o mesmo nome nas proximidades de um hipermercado na divisa entre o município e a capital paulista, além de uma estação intermediária denominada “Chácara do Joquey”

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Portas plataformas

Todas as estações da Linha 4 possuem portas plataformas. De acordo com técnicos da empresa, a estrutura ajuda a organizar melhor o fluxo de usuários. Atualmente, o sistema de portas de plataforma é utilizado nas linhas de metrô mais modernas do mundo, como as de Tóquio (Japão), Barcelona (Espanha), Paris (França), Hong Kong (China), Cingapura (República de Cingapura) e Seul (Coreia do Sul).

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Balanço dos 3 anos de operação

Sobre o balanço destes 3 anos de operação, a ViaQuatro explicou ao Via Trolebus que “é um modelo bem-sucedido de Parceria Público-Privada. Em pouco tempo de atuação, a Linha 4-Amarela já tem o reconhecimento público e hoje é referência em transporte de passageiros sobre trilhos, além de registrar alto índice de satisfação dos clientes.

Perto de completar três anos de operação comercial plena no próximo dia 16 de outubro, a Linha 4-Amarela transporta em média 700 mil usuários por dia útil. De janeiro a julho deste ano, a linha realizou 118,15 mil viagens de trens, o equivalente a 99,75% das 118,46 mil viagens programadas para o período, resultado que representa média de apenas 1,4 viagem cancelada por dia nesses sete meses. Nos horários de pico, a disponibilidade dos trens ofertados alcançou índice de 100%.

Em 2013, a Linha 4-Amarela foi a única do setor de transporte a ser escolhida entre os melhores projetos de PPP (Parceria Público-Privada) da América Latina e Caribe pelo IFC (Internacional Finance Corporation), entidade financeira ligada ao Banco Mundial“.

Digna Imagem/Clóvis Ferreira

Digna Imagem/Clóvis Ferreira


Autor: Renato Lobo

Ler todos os posts

Paulistano, Técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

6 Comentários deste post

  1. Qual vai ser a solução para a integração da linha amarela com a verde?
    Todos os dias esta integração é caótica (passos de pinguim) e elevando o numero de usurário isso só pode piorar.

    Felipe Felisardo / Responder
  2. A estação Paulista da linha amarela deveria ser como a estação Sé (abre-se portas em ambos os lados) Isto iria facilitar muito, erro de projeto ou corte de orçamento?

    alexandro / Responder
  3. As obras da linha 4 nas demais estações estavam paralisadas até pouco tempo atrás. Estas obras já foram retomadas?

    Joseh Vidal / Responder
  4. A Linha 4 Amarela Vai Ligar o Itaim Paulista, no Leste Paulistano, Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra, As 3 no Sudoeste da Grande SP.

    Michell / Responder
  5. 2 milhões de pessoas seriam beneficiadas mas continuam tendo apenas ônibus em vias saturadas !!!! Meia baleada Paris….

    Rafysanchez / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*